Anúncio

Após convocação, secretária de saúde de Guarapari presta esclarecimentos sobre a Unidade de Saúde de Santa Mônica

Por Sara de Oliveira

Publicado em 13 de agosto de 2019 às 18:05
Atualizado em 13 de agosto de 2019 às 18:05

Anúncio

A convocação foi feita após reclamações recebidas de moradores do bairro acerca de dificuldades para marcar exames, baixa quantidade de médicos e filas enormes para o atendimento na unidade de saúde.

A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (13) na Câmara de Guarapari. Fotos: Folha Online.

Na tarde desta terça-feira (13), a Comissão de Saúde da Câmara de Guarapari convocou a Secretária Municipal de Saúde Alessandra Gaigher para prestar esclarecimentos sobre a Unidade de Saúde do Bairro Santa Mônica. O motivo da convocação foram reclamações recebidas de moradores da região por conta da demora no atendimento, dificuldades para marcar exames e a quantidade de médicos no local. O encontro aconteceu no plenário da Câmara Municipal e também contou com a presença de funcionários da unidade de saúde.

Durante a reunião, os vereadores Marcos Grijó (PDT), Rogério Zanon (PSB) e Denizart Luiz (PSDB), representantes da Comissão de Saúde da Câmara, levantaram questionamentos sobre os problemas que tem sido relatados pelos usuários do posto. O questionamento principal foi sobre a quantidade de profissionais atuando na unidade de saúde, que hoje conta com a presença de dois médicos, um enfermeiro, dois técnicos e um atendente.

O vereador Rogério Zanon, presidente da Comissão de Saúde da Câmara, explicou que o motivo da convocação é a busca por um atendimento melhor na unidade de saúde. Uma das sugestões feitas pelo parlamentar é a atuação de um pediatra e um ginecologista na unidade. “Lá tem um médico generalista, mas a gente sabe que não é fácil atender um profissional atender pessoas de 0 a 90 anos, homem, mulher, criança, adolescente. A inserção desses dois especialistas seria de grande ajuda para a população”, declarou.

Secretária de Saúde Alessandra Gaigher.

De acordo com a secretária de saúde Alessandra Gaigher, as unidades de saúde de Guarapari são classificadas em 10 territórios sanitários, que determinam a prioridade de cada região. Segundo ela, a unidade de Santa Mônica está dentro do território três. “A gente vai ter que sentar e avaliar quais melhorias podemos traçar de planos e metas para aquele bairro”, declarou.

Segundo o vereador Marcos Grijó, relator da comissão de saúde, a Unidade de Saúde de Santa Mônica não consegue atender a população da região. “A todo momento, a gente vê as pessoas reclamarem dessa situação de saúde, pois o atendimento não tem chegado onde precisa. Os moradores reclamam principalmente da falta de médico. A unidade tem uma cobertura muito pequena para uma demanda muito grande. Recurso não é falta. Tem R$ 59 milhões no orçamento municipal de 2019 para o investimento em saúde. Será que esse recurso não está sendo o suficiente?”, questionou.

Questionada sobre a possibilidade de aumentar a equipe médica no local, Alessandra argumentou que a equipe da Unidade de Saúde de Santa Mônica está completa, de acordo com o que é determinado na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). “Vamos traçar reuniões com equipe médica para ver o que a gente pode fazer porque a maior reclamação é a dificuldade de consulta. Nós já colocamos mais um médico, mas ainda assim não conseguimos suprir as necessidades do território”, enfatizou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

caso-agressao-pm-gri-2021-09-28

Policiais agridem mulher em Guarapari; Casagrande pede providências imediatas

pfizer

Guarapari realiza agendamento para segunda dose da vacina Pfizer contra a Covid-19

Anúncio

Anúncio

Foto: Reprodução

Pacientes não conseguem medicamento para tratamento de Parkinson em Guarapari

sequelas cirurgia8

Com sequelas devido a uma cirurgia, jovem de Guarapari precisa de tratamento e mãe pede ajuda

Anúncio

impostos-combustiveis-gasolina-2021-09-28

Para evitar aumentos, Governo do Espírito Santo congela imposto de combustíveis

processo_seletivo-2021-04-01

Anchieta abre seleção com remuneração de até R$9 mil

Inscrições acontecem nesta quinta (30) e sexta-feira (01)

Anúncio