Anúncio

Artigo: Em tempos de pandemia, é possível reduzir a pensão alimentícia?

Publicado em 11 de julho de 2020 às 15:00
Atualizado em 13 de julho de 2020 às 10:55

Anúncio

Por Dra. Carolina de Paula Montagnoli Da Silva (*) Advogada OAB/ES 29667

Vivemos tempos difíceis. Enfrentamos problemas no sistema de saúde e financeiros. A situação econômica de muitos brasileiros foi drasticamente prejudicada em virtude do isolamento social. Deste modo, muitos genitores viram suas rendas diminuírem da noite para o dia, com isso, surge o seguinte questionamento: é possível diminuir a pensão alimentícia na pandemia?

O genitor alimentante pode, a qualquer tempo, rever o valor da pensão alimentícia através de uma ação revisional de alimentos, desde que haja a comprovação da alteração de sua situação financeira. É por meio desta ação que o genitor alimentante pode ver diminuído o valor da pensão, sem prejuízos de uma futura prisão por dívida alimentícia.

É importante mencionar que o genitor alimentante não pode diminuir por conta própria o valor da pensão alimentícia. É necessário que este pedido seja feito pela via judicial, com a devida comprovação. 

Caso haja a diminuição do valor da pensão de forma unilateral, nada impede que o genitor detentor da guarda acione o judiciário para requerer o montante que não foi pago.

Ademais, deve ser levado em consideração o bom senso e a boa-fé antes de pleitear a minoração da pensão alimentícia, uma vez que o outro genitor também pode estar sofrendo problemas financeiros.

Ao examinar o pleito de minoração da pensão, o magistrado deve analisar o binômio necessidade do menor x possibilidade do genitor, e, havendo comprovação da diminuição da renda do genitor alimentante, o juiz pode diminuir o valor da pensão alimentícia enquanto perdurar a pandemia.

Artigo: Em tempos de pandemia, é possível reduzir a pensão alimentícia?

*Dra. Carolina de Paula Montagnoli Da Silva Advogada
OAB/ES 29667
Pós Graduanda em Prática Penal Avançada

Anúncio

Anúncio

Veja também

Leitos Covid ES

Casagrande anuncia ampliação de mais 30 leitos para atendimento à Covid-19

corona

Covid-19: Guarapari se aproxima dos 200 óbitos e 8 mil casos confirmados

Praia do Morro segue o bairro com mais infectados, 1.153, quase o dobro dos registrados em Muquiçaba, 618, segundo no número de casos

Anúncio

Anúncio

Carteiradetrabalho

47 vagas de emprego estão disponíveis no Sine de Anchieta; 33 para moradores de Guarapari

Os candidatos podem se candidatar a partir de hoje (25)

ultrasonografia_feto_foto-Amina-Filkins-Pexels

Estado e Município devem custear fertilização in vitro de moradora de Guarapari

Anúncio

violência-doméstica-550x293-1

2020 teve menos denúncias e mais prisões relacionadas à violência contra a mulher em Guarapari

Para a titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Guarapari, Dra. Francini Moreschi, pandemia pode ter dificultado denúncias

coluna dom antonio rotativo (7)

Rotativo: será que emplaca?

Anúncio