Anúncio

Artigo: O que pode e o que não pode – Eleição 2020

Publicado em 17 de outubro de 2020 às 15:00
Atualizado em 19 de outubro de 2020 às 11:54
Anúncio

Por Dra. Cínthya Bastos Polastreli (*) Advogada OAB/ES 29.169

A campanha eleitoral para as eleições municipais deste ano é uma inovação virtual. É que as regras para a propaganda mudaram desde a eleição de 2018, porém, considerando a importância que as redes sociais ganharam desde os últimos pleitos e mais, com a pandemia e a restrição do movimento, a campanha nesses veículos é a “bola da vez”.

E o que pode e o que não pode?

Vamos aos pontos mais importantes!

É proibida a veiculação de propaganda eleitoral paga na internet. O impulsionamento nas redes sociais, devem ser feitos diretamente pelo candidato, partido ou coligação, sendo vedada a contratação de empresas de publicidade, devendo ter perfis registrados junto à Justiça Eleitoral.

O famoso whatsapp também pode ser usado, mas os envios devem ser manuais. Se o eleitor pedir pra sair da lista de transmissão e continuar recebendo mensagens depois de 48 horas, a campanha fica sujeita à multa de R$ 100 por mensagem. Isso mesmo!

E há uma inovação, os apelidados de “livemícios”! Uma das maiores atrações da quarentena, as lives poderão ser veículo para propaganda eleitoral, porém os shows de artistas nestes eventos não são permitidos. Então o que fazer? O candidato pode se promover neste tempo e se artista, aí sim pode se apresentar!

O TSE não permite a confecção e distribuição de qualquer tipo de brinde ou materiais que configure benefício ao eleitor.

É permitida a distribuição de panfletos, adesivos perfurados no vidro traseiro ou adesivos em outros lugares, inclusive residências desde que seja respeitado o limite máximo de 0,5 m² de área. O uso de outdoors também é proibido, os comitês podem ser pintados nas cores do partido, somente.

E como denunciar as irregularidades?

O Pardal, aplicativo usado para denunciar irregularidades, ganhou nova versão! Agora o usuário pode enviar foto da denúncia e até um relatório contando a situação verificada.

Fiscalize! Denuncie! Fique atento! Eleja o melhor para nós!

*Dra. Cínthya Bastos Polastreli

OAB/ES 29.169

Sócia em AZEVEDO RIBEIRO, LOSS BUBACH, BASTOS & POLASTRELI – RBP ADVOGADOS.

Anúncio
Anúncio

Veja também

cão e gatp

Prefeitura de Guarapari promove castração gratuita de cães e gatos

Serão atendidos moradores dos bairros Itapebussu, Camurugi, Recanto da Sereia, Andana e Jaboticaba

PCES e PCMG unem operações (5)

“Operação Vade Mecum”: Denarc Guarapari se une à PCMG e cumpre mandados na Grande Vitória

Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e seis mandados de busca e apreensão em desfavor de advogados suspeitos de ligação com organizações criminosas

Anúncio
Anúncio
guarapari-es-800x500-1

Acordo com Petrobrás rende R$ 191 milhões para ES; Guarapari recebe R$ 388 mil

Os 78 municípios capixabas vão repartir 39 milhões desse total

Claudio Paiva

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Cláudio Paiva

Anúncio
Outubro-Rosa-HM

HM e parceiros de Guarapari doam mais de R$ 2 mil à Afecc

Foto: Reprodução

Guarapari retifica óbito por Covid-19 registrado em Enseada Azul

Com isso, o município voltou a contabilizar 125 mortes e não constam óbitos no bairro

Anúncio