Anúncio

Associação apresenta propostas de incentivo à retomada do setor do Turismo à Prefeitura de Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 30 de janeiro de 2021 às 16:50
Atualizado em 1 de fevereiro de 2021 às 13:46

Anúncio

Foto: arquivo/ FolhaOnline.es

A Associação de Hotéis e Turismo e Convention Bureau de Guarapari (AHTG) apresentou à prefeitura de Guarapari uma proposta de apoio à recuperação da hotelaria no município. A proposta reúne ferramentas de incentivo à recuperação econômica do setor que tem passado por uma quebra de orçamento drástica com a pandemia da Covid-19. Segundo o documento, se medidas não forem tomadas, a crise pode representar o fim do turismo de forma estruturada e organizada em Guarapari.

O presidente da AHTG e empresário do ramo, Marco Azevedo ressaltou que o período da pandemia gerou um impacto grande sobre o setor. “A crise que estamos vivenciando é reflexo da pandemia. Não existem culpados, mas nós tivemos restrições, que foram necessárias. O que é inegável é que o setor da hotelaria foi muito impactado por isso”, contou Marco.

Segundo ele, o período de Carnaval seria relevante para a retomada, mas com a cidade classificada como de risco alto semanas antes, as expectativas do setor ficam ainda mais baixas para o período. “O que a gente viu no reveillon é que os turistas que vem para casas de veraneio, com uma viagem menos planejada, vem de qualquer forma. Nos hoteis não. O setor da hotelaria acaba sendo, mais uma vez, penalizado”, explicou Azevedo.

O Fernando Otávio é empresário do setor e membro do Conselho Municipal de Turismo de Guarapari. Ele explica que o mês de janeiro é primordial para o setor na cidade. “Historicamente, o verão é a maior fonte de renda para o setor e janeiro é o melhor mês. Para muitas empresas o mês de janeiro é o equivalente a receita para manter o empreendimento durante o ano. Com o fim do mês de janeiro, nesses casos, acaba o ano e a esperança também”, afirmou.

Ele explica que a receita gerada direta e indiretamente pelo setor em Guarapari é primordial e maior que os descontos na cobrança de taxas e no IPTU, requisitados no documento. “Esses incentivos propostos pesam pouco na receita do município. O impacto da atração de turistas para a hotelaria e a geração de empregos do setor, por outro lado, gera um impacto muito maior na receita, inclusive, porque aumentam os repasses do Governo do Estado e do Governo Federal à Prefeitura”, explicou Fernando.

O documento já foi protocolado na Prefeitura de Guarapari. O presidente da AHTG se reunirá com a prefeito e a Secretaria de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec) na segunda-feira (01), quando espera ter uma sinalização sobre as demandas apresentadas.

Confira o documento na íntegra

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

2021_09_20-qualificar-es-galeria-Kainan-Juliana-e-tyago.JPG

Programa Qualificar ES realiza cerimônia de formatura em Guarapari

Praça Trajano (3)

Morador lamenta abandono da Praça Trajano Lino Gonçalves em Guarapari

Anúncio

Anúncio

projeto-escola-rural-2021-09-21-1

Escola Rural de Guarapari trabalha impacto da Educação Física para outras matérias e para a vida

Trabalho envolve professores de diversas matérias e incentiva inclusão e disciplina

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

Anúncio

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

Anúncio