Anúncio

Brinquedos quebrados deixam parque em desuso

Por Glenda Machado

Publicado em 23 de abril de 2015 às 22:29
Atualizado em 23 de abril de 2015 às 22:29

Anúncio

Destruição é resultado da falta de manutenção e de atos de vandalismo

parque praia do morro

A foto fala por si só. Olha a situação em que se encontram os brinquedos de um parquinho da orla da Praia do Morro. Em menos de quatro meses após serviços de manutenção realizados pela prefeitura, não há balanços, os escorregadores estão sem escadas, as gangorras não têm alças para se segurar… O que deveria ser um parque de diversão, tornou-se um local de perigo para as crianças.

De acordo com a prefeitura, é realizada manutenção periodicamente nos parques e praças da cidade por meio da Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos (Semop). Também reforçou que entre os meses de novembro e dezembro do ano passado, houve ação nos parques da orla da Praia do Morro.

“Recuperamos, por exemplo, escorregadores e gangorras, além da substituição de correntes dos balanços e outros pequenos serviços. Assim, os brinquedos foram retirados e, após manutenção, recolocados para utilização. Após análise dos equipamentos, opta-se pela manutenção ou pela substituição”, consta na nota enviada pela prefeitura.

“Eu lembro que eles tiraram os brinquedos em novembro, mas assim que retornaram em dezembro, estavam do mesmo jeito. A gangorra nunca teve alça, o escorregador sempre falta uma parte, o balanço todo enferrujado. Tudo isso coloca as crianças em situação de risco”, afirma a moradora Carla Pires, 51. Ela sempre levava os netos para brincar, mas diante deste cenário prefere andar mais um pouco e seguir até outro parque considerado mais “seguro”.

A Prefeitura ressalta que “além da ação do tempo e do uso, o problema é agravado pelo alto índice de depredação dos espaços públicos da cidade como praças, jardins, orlas. Itens como bancos, postes de iluminação, brinquedos, lixeiras, cadeiras e chafariz sofrem com atos de vandalismo que geram custo de manutenção aos cofres públicos”.

Sabendo do descaso que alguns moradores têm com equipamentos públicos e diante da dificuldade imposta pela burocracia aos serviços municipais, surgiu uma ideia que pode fazer a diferença. A Associação de Moradores da Praia do Morro (AMPM) já se prontificou junto à prefeitura na tentativa de ajudar com a manutenção dos parques da orla.

“Nós solicitamos a liberação de mídia na orla com o objetivo de angariar recursos com os empresários locais, que poderiam ser destinados à manutenção dos parquinhos da orla. Esse serviço poderia ser feito pela associação que não tem fins lucrativos e conta com CNPJ. Nós queremos ajudar, mas às vezes ficamos de mãos atadas”, destaca a presidente da associação, Fátima Fonseca.

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

foto_casa_abertura_antonio_ribeiro

Um Problema em Guarapari

marearea_equipe_preparacao

Equipe de canoa havaiana de Guarapari conquista 4° lugar em prova nacional

A equipe ficou posicionada em quarto lugar da categoria OC6 Mista no desafio “Do Leme ao Pontal”, na orla do Rio de Janeiro

Anúncio

Anúncio

agencia-banestes

Procura por crédito imobiliário do Banestes cresce 300%

A demanda teve crescimento de 300% em 2020, quando comparado a 2019, e segue aquecida nos primeiros meses de 2021

planalto_obras

10 vias do Bairro Planalto em Anchieta recebem obras de pavimentação e drenagem

Obra contempla aproximadamente 4 km de drenagem e pavimentação no bairro

Anúncio

sinestesia-3

Sarau virtual vai apresentar artistas da periferia de Guarapari

O objetivo é de fomentar a cultura e o potencial artístico de dentro dos bairros de periferia de Guarapari

casagrande_transmissao-1

ES vai distribuir teste rápido mais eficaz para covid-19 com resultado em 30 minutos

Novos testes vão agilizar o atendimento de pacientes suspeitos

Anúncio