Anúncio

Cães abandonados geram preocupações em Guarapari

As reclamações surgiram devido à situação vista em locais do Centro de Guarapari.

Por Larissa Castro

Publicado em 16 de julho de 2020 às 17:30
Atualizado em 17 de julho de 2020 às 17:21

Anúncio

Cachorros sem abrigo têm causado medo e lamento à moradores e cidadãos que transitam pelo Centro de Guarapari. Além de um problema de saúde pública, a insegurança devido a possíveis ataques também se faz presente. Os principais pontos de concentração dos animais são, o calçadão da Praia das Castanheiras e a Rua Henrique Coutinho.

Em denúncia anônima, um leitor do folhaonline.es registrou imagens dos animais deitados em uma calçada, e relatou que todos os dias se depara com a mesma situação. “É lamentável saber que esses cães não têm donos e, aparentemente, todos os dias surgem novos cachorros de rua, podendo atacar alguém ou até mesmo, transmitir doenças. É preciso haver um controle, para que cesse novas crias, e a população também deve se conscientizar e, se possível, praticar o ato da adoção”, desabafa.

Foto enviada por leitor, via WhatsApp.

Felizmente, segundo a Prefeitura Municipal de Guarapari, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), exerce o trabalho para que os números de animais soltos nas ruas, sejam diminuídos. “A equipe do Centro de Controle de Zoonoses realiza o recolhimento desses animais para castração e também vacinação. Os recolhimentos são realizados semanalmente nesses locais e todos os animais de rua são recolhidos para castração e vacinados“, explica, através de nota, enviada pela Secretaria Municipal de Comunicação.

O município também adianta que tem data prevista para campanha de vacinação em cães e gatos. “A campanha de vacinação anti-rábica está prevista para o dia 24 de outubro porém, na área rural acontecerá meses antes, em data que ainda será definida“.

Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos

O CCZ está realizando um trabalho, fundamentado na Lei Municipal 3804/2014, que dispõe sobre o controle populacional e bem estar animal, posse responsável, vacinação, trânsito em vias públicas, comércio, doação, apreensão, remoção, destinação, entre outras providências.

Visando um programa de castração cirúrgica mais eficiente, a operacionalização prioriza os animais, quais não se tem controle de mobilidade e que, por isso mesmo, reproduzem livremente, impactando a população de animais que tem livre acesso às ruas e logradouros públicos.

Após a castração estes animais ficam disponíveis no Centro de Controle de Zoonoses – CCZ, para adoção consciente. Basta ir à sede do CCZ, de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, na Rua Monazita, s/n, bairro Santa Mônica, com um documento de identidade com foto e um comprovante de residência.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Muda-de-planta-shutterstock_302422220

Guarapari inicia neste domingo (19) uma semana comemorativa pelo Dia da Árvore

Família nômade (4)

Guarapari 130 anos: família nômade se encanta com as belezas da “Cidade Saúde”

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2-1

Artigo: ser cidadão guarapariense; uma honra e um privilégio!

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Anúncio

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

Anúncio