Anúncio

Caipifruta do Fernando é sucesso na Bacutia, em Guarapari

Por Carolina Brasil

Publicado em 17 de março de 2018 às 10:00
Atualizado em 14 de março de 2018 às 11:38
Anúncio

Os frequentadores da Praia da Bacutia, uma das badaladas da cidade de Guarapari, já conhecem o Sr. Fernando da Caipifruta de longa data.

E não é para menos, já são 40 anos na atividade.

Sr. Fernando é um dos ambulantes mais conhecidos da região. Foto: Carolina Brasil

Dono de uma voz tranquila e conversa agradável, Sr. Fernando de Souza, de 57 anos é figura carimbada na região. Responsável por drinks cheios de sabor, ele começou a vida como ambulante vendendo uma caixa de cerveja doada por amigos. E como todo vendedor que se preze, está na praia mesmo que tenha apenas um cliente. O clima determina a sua rotina e se não está chovendo, ele está lá durante todo ano.

Se não chover, tem caipifruta na Bacutia na Bacutia. Foto: Carolina Brasil

Sr. Fernando foi uns dos primeiros ambulantes da região da Enseada Azul, que inclui além da Praia da Bacutia, as praias de Peracanga e Guaibura, acompanhou o desenvolvimento do local e o aumento no número de vendedores. Para ele, o verão 2018 foi marcado por uma concorrência desleal. “Vieram dois, de um lado e de outro, disseram que tinham licença, que compraram o ponto, eu nunca vi isso. Eu trabalhei em dez metros de praia, imprensado. Um deles teve a audácia de arrancar um guarda-sol meu, que o cliente pediu, procurando confusão, mas eu sou da paz. Entreguei na mão de Deus, porque a gente está aqui para atender bem o cliente. E você pode ver, deixaram a sujeira, e o município não fez nada. A Bacutia está virando um ponto de comércio, faltou fiscalização”, desabafou o comerciante sem perder a calma, acrescentando que a praia merecia ter banheiros públicos e duchas para os frequentadores. A Prefeitura de Guarapari esclareceu que, durante o verão, os fiscais do município abordaram vendedores, notificado os que trabalhavam de forma clandestina. Além disso, foram realizadas apreensões e remoções com o objetivo de moralizar a situação e fazer valer o direito dos vendedores devidamente cadastrados na cidade. Em nota, ressaltou que todas as licenças são válidas até maio, assim, um novo edital de recadastramento e cadastramento será feito com novas regras. Sobre banheiros e duchas na praia, o município informou que, no momento, não há previsão para essa solicitação, entretanto, irá buscar recursos junto ao governo estadual e federal para realização de melhorias na orla.

Lixo deixado na praia por ambulantes. Foto: Carolina Brasil

Mas, voltando ao Sr. Fernando, ele é do tipo que não desanima. Explica que foi se adequando as regras para os ambulantes e orgulha-se da profissão. Para quem começou saindo de Maembá, puxando o carrinho de trabalho a pé por longos cinco anos e aproximadamente 7 km (para ir, e outros sete para voltar), seguido de uma carroça e um cavalo, até ter um veículo que, enfim, facilitasse o deslocamento, os percalços fazem parte do trabalho. “Já sofri muito, mas foi daqui que veio o meu sustento, dos meus filhos e muita alegria também”, lembrou.

O veículo é uma conquista do ambulante, que iniciou as atividades a pé. Foto: Carolina Brasil

Ao longo dessas quatro décadas, a “Caipifruta do Fernando” ultrapassou barreiras e, hoje, ele leva o serviço para festas e eventos. Isso sem contar os turistas que vêm de todo o país e até de fora para conhecer as delícias preparadas à base de bebidas destiladas e frutas.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

simonetti (4)

Loja de Guarapari arrecada mechas de cabelo para mulheres com câncer de mama

Santuário

Santuário São José de Anchieta: novos serviços garantirão uso sustentável do monumento

Anúncio
Anúncio
corona

Guarapari registra mais 28 casos do novo Coronavírus

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Anúncio
la vie (2)

Guarapari: universitária abraça sonho e troca engenharia por culinária

A estudante trabalha de forma individual e possui planos para expandir o próprio negócio alimentício

WhatsApp Image 2020-10-20 at 13.14.58

Indústria familiar de pães e bolos é exemplo de sucesso em Alfredo Chaves

Anúncio