Anúncio

Câmara de Guarapari aprova Conselho Municipal de Cultura e classe artística comemora

Para os artistas e trabalhadores da cultura, a implementação do Conselho representa um avanço nas políticas públicas de incentivo à cultura

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 21 de julho de 2020 às 16:08
Atualizado em 22 de julho de 2020 às 11:04

Anúncio

Registro do III Sarau Ruínas, evento promovido pelo coletivo Sinestesia. Foto: Sulamita Wiener / Reprodução

Ontem (20), durante a 14ª sessão extraordinária, a Câmara Municipal de Guarapari aprovou o projeto do Conselho Municipal de Políticas Culturais. Para a classe artística de Guarapari, que luta há anos pela implementação do Conselho, a notícia é motivo de comemoração.

Segundo Bruno de Deus e Magnago, produtor cultural e membro do coletivo Sinestesia – Criatividade Coletiva, a implementação do Conselho Municipal de Políticas Culturais é aguardada há mais de duas décadas pelos fazedores de cultura locais. “Já existia uma minuta aprovada pela Câmara, mas o projeto nunca foi efetivado. Então, a sociedade civil e poder público compreenderam que ele era inviável e construíram um novo projeto”, explica.

O produtor cultural acredita que o Conselho irá ampliar a participação popular, já que permitirá que a classe artística e sociedade civil como um todo tomem conhecimento sobre a aplicação da verba designada à pasta da Cultura, bem como sobre a destinação do Fundo Municipal de Cultura. “Apesar da atual gestão dialogar com a classe artística e apoiar as ações culturais, compreendemos que é fundamental que sejam criadas políticas públicas efetivas de incentivo à cultura, o que acreditamos estar mais próximo com o Conselho”.

Na ausência do teatro municipal, a Trupe Maratimba realiza peças teatrais em espaços alternativos, assim surgiu o “teatro de quintal”. Foto: Arquivo Pessoal

Priscilla Arranz, atriz e fundadora da Trupe Maratimba, que promove peças teatrais e cursos de teatro há seis anos em Guarapari, afirma que o conselho ampliará a visibilidade do fazer cultural no município e tem esperanças de que o sonho do teatro municipal esteja mais próximo que nunca. “Agora, a comunidade irá conhecer a cultura produzida em Guarapari. Quem sabe o espaço físico do teatro não esteja próximo? Assim, a comunidade teria acesso às manifestações culturais que existem por aqui, o teatro, a dança, as artes plásticas, a música”.

Para aqueles que produzem arte e cultura, a aprovação do Conselho representa a expectativa de que, logo, políticas públicas de incentivo à cultura sejam implementadas no município.

O edital de convocação para eleição dos conselheiros será publicado em breve, para inscrever-se acompanhe os meios oficiais de comunicação da Prefeitura Municipal de Guarapari.

Confira o vídeo em que o presidente da Câmara, vereador Enis Gordin (PSB), anuncia a aprovação do projeto:

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

capa_Medidor-de-velocidade-radar-FernandoMadeira-ales

Assembléia aprova lei que proíbe radares ocultos em estradas do ES

Anúncio

73o-MAPA-DE-RISCO-20.09-a-26.09

Governo do Espírito Santo divulga 73º Mapa de Risco Covid-19

vacina_es

Guarapari abre novo agendamento para terceira dose de vacina da Covid-19

Serão atendidos idosos com 60 anos ou mais que tomaram segunda dose de qualquer vacina da Covid-19 há cinco meses ou mais

Anúncio