Anúncio

Câmara de Guarapari derruba vetos do prefeito ao projeto do Conselho de Políticas Culturais

A classe artística esteve presente, acompanhando a reunião e comemorando a decisão

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 14 de agosto de 2020 às 10:17
Atualizado em 15 de agosto de 2020 às 09:01

Anúncio

Aristas do município aguardaram a decisão em frente à Secretaria Municipal de Educação, onde ocorreu a sessão. Foto: Reprodução

Na última quarta-feira (12), a Câmara Municipal de Guarapari derrubou os vetos do prefeito Edson Magalhães ao Projeto de Lei que institui o Conselho Municipal de Políticas Culturais. Os 13 parlamentares presentes na sessão extraordinária, realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), votaram a favor da derrubada dos vetos. A classe artística, que acompanhou a votação, comemorou a decisão.

A redação original do projeto, de autoria do Executivo, sofreu emendas na Câmara dos Vereadores, criadas junto com a Sociedade Civil ao longo de um processo de quase 4 anos de construção e, quando retornou ao prefeito para sanção, sofreu um veto parcial. Nessa quarta-feira (12), a Câmara, por unanimidade, derrubou o veto e os fazedores de cultura do município, que acompanharam a sessão em frente à Semed, comemoraram a decisão. Para eles, trata-se de uma conquista que tornará a cultura mais democrática e acessível.

“Demos um passo importante para um olhar mais democrático e de participação popular na construção de um projeto cultural mais acessível, que tenha a tecnicidade e conhecimento daqueles que vivenciam a realidade da arte e da cultura em seu dia a dia”, afirmou o Sinestesia – Criatividade Coletiva, um dos grupos que participou do processo de luta pela implementação do Conselho, por meio de nota.

A Associação dos Músicos Unidos de Guarapari (AMUG) também participou ativamente do processo de diálogo junto ao poder público para a construção de um projeto que contemplasse a classe e, ao fim da sessão, comemorou a decisão a favor da permanência das emendas ao som da Valsa de Guarapari.

Confira o vídeo abaixo:

Agora, a classe artística aguarda a publicação da lei que reorganiza o Conselho Municipal de Políticas Culturais no Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo (DOM-ES), que, de acordo com o prazo, deve ser feita até hoje (14).

  • Com informações do coletivo Sinestesia – Criatividade Coletiva

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Samarco ajuíza Recuperação Judicial para manter suas atividades de produção

Objetivo é equacionar endividamento financeiro para garantir proteção para ativos e postos de trabalho após retomada da produção em dezembro de 2020

Como-Montar-Uma-Clinica-Medica

Câmara de Guarapari aprova contratação de médicos e pagamento de auxílio aos profissionais de Saúde

Ambos projetos foram aprovados em unanimidade pelos vereadores presentes e seguem para sanção do Prefeito

Anúncio

Anúncio

policia_civil-delegacia-GRI

Polícia Civil prende em Guarapari suspeitos de roubo a postos de gasolina

O crime teria ocorrido no dia 7 de dezembro de 2021

kettle-bell-592905_640

TJES concede liminar para suspensão de Lei que considera atividades físicas como essenciais em Guarapari

Liminar visa suspender Lei Municipal nº4435/2021, que estabelece atividades ligadas à educação física como essenciais

Anúncio

50º-MAPA-DE-RISCO---12.04-a-18.04

Mapa de Risco: 42 cidades em Risco Extremo, incluindo Guarapari e Anchieta

Apenas dois municípios (Conceição da Barra e Ibitirama) estão classificados como de risco moderado

vacina 65 69 2

Agendamento para vacinar idosos de 60 a 64 anos contra Covid-19 abre segunda-feira (12) em Guarapari

Anúncio