Anúncio

Câmara de Vereadores fecha ano sem repasse da Prefeitura Municipal

Por Glenda Machado

Publicado em 30 de dezembro de 2008 às 00:00
Atualizado em 22 de novembro de 2016 às 20:13

Anúncio

Final de mandato é momento de balanço. E foi o que o presidente da Câmara Municipal, vereador Sérgio Passos, fez no seu último dia de gestão. Para ele, o saldo foi positivo. Também aproveitou a ocasião para explicar porque desistiu de concorrer à reeleição da presidência da Casa de Leis.
Dentro do balanço, o presidente afirma que o próximo a sentar-se na cadeira da presidência encontrará uma Câmara Municipal bem equipada, com infra-estrutura adequada e modernizada. “Diferente do que encontrei quando assumi a presidência há dois anos. Informatizamos com novos computadores, MP 4, bebedouros, câmeras de segurança, armários de arquivo a fim de melhorar as condições de trabalho do poder legislativo”, afirma. Também comentou algumas ações movidas em prol da população guarapariense.
Apenas lamenta que no final do mandato, teve que lidar com a falta de repasse por parte da prefeitura municipal no valor de R$ 456 mil. “Não sei por qual motivo o prefeito não repassou o duodécimo referente ao mês de dezembro, mas sei das conseqüências. A Câmara Municipal não terá como cumprir com determinadas obrigações trabalhistas”, ressalta o presidente.
O presidente diz que já tomou as providências cabíveis tanto na parte trabalhista quanto judicial. “Já contatamos o setor contábil e pagamos todos os salários referentes ao mês de dezembro, mas as rescisões e a segunda parcela do décimo terceiro, por exemplo, não conseguiremos pagar. E já nos resguardamos judicialmente, pois já entramos com ação no ministério público que com certeza vai ser deferido”, enfatiza.
Segundo ele, a providência foi tomada a fim de se resguardar no futuro quanto ao não cumprimento das obrigações trabalhistas. “Colocaram na cabeça do prefeito e do secretário da fazenda que tínhamos R$ 700 mil em caixa, mas mesmo que tivéssemos esse saldo, eles seriam obrigados por lei a fazer o repasse”, explica.
Quanto à reeleição à presidência, disse apenas que foi uma decisão coletiva. “Acredito que deva haver uma harmonia total entre os poderes legislativo e executivo. Se eu fosse articular uma campanha, mesmo que individualista, acho que tinha muita chance de obter êxito, mas como alguns vereadores falaram que não votariam em mim, acharam outro nome mais conveniente para o momento político atual e abri mão pela coletividade”, diz.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

olimpiadas-2020-2021-07-23

Artigo: Espírito Santo na disputa de medalhas nas Olimpíadas 2020 atrasadas de Tóquio

IMAGEM-DO-ARTIGO-imoveis-2021-07-23

Artigo: quatro pontos que todo locador deve saber antes de alugar seu imóvel

Anúncio

Anúncio

ifes guarapari 2

Ifes de Guarapari está com inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos

Ao todo, estão sendo ofertadas 108 vagas distribuídas entre os cursos concomitantes noturnos de Administração, Eletrotécnica e Mecânica

doacao-de-sangue-hemoes

Solidariedade x Covid-19: Hemoes precisa de mais doadores de sangue

Anúncio

65o-MAPA-DE-RISCO-26.07-a-01.08-1

65° Mapa de Risco Covid-19: Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves seguem em risco baixo

Novo mapa segue com apenas 6 municípios em risco moderado em todo o estado

Job Jiu-JitsuSDC

Projeto Social de Guarapari brilha em mundial de Jiu-Jitsu

Atletas de várias idades se destacaram em disputa realizada no Rio de Janeiro

Anúncio