Anúncio

Caso Amarildo: criminosos saíram em “noitada” após torturar e matar motorista de aplicativo em Guarapari

A violência e a crueldade dos criminosos chocou a equipe policial

Por Gislan Vitalino

Publicado em 24 de março de 2021 às 12:49
Atualizado em 25 de março de 2021 às 10:22

Anúncio

Caso Amarildo: criminosos saíram em "noitada" após torturar e matar motorista de aplicativo em Guarapari
Polícia Civil organizou coletiva de imprensa sobre o caso na manhã de hoje (24). Crueldade do caso chocou, inclusive, a equipe policial. Fotos: FolhaOnline.es.

A Polícia Civil realizou na manhã de hoje (24) uma coletiva de imprensa a respeito do caso do motorista Amarildo Amaro, executado após a tentativa do furto do veículo. O motorista teve o veículo roubado na manhã de segunda-feira (22) por dois indivíduos maiores de idade e um menor. O corpo de Amarildo Amaro Freire foi encontrado na noite de ontem (23).  Dois dos criminosos presos já teriam praticado outros quatro crimes com padrões semelhantes em um período de sete dias, utilizando a mesma arma e com a privação de liberdade dos motoristas.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada de Investigações Criminais de Guarapari (DEIC), os três criminosos criaram um perfil falso na plataforma de transporte 99 Pop e chamaram a corrida no bairro Itapebussu, com destino à Santa Rosa, onde renderam o motorista com uma arma de fabricação caseira com munição calibre 12. Dali, seguiram até a região entre São Félix e Rio Calçado, onde tomaram a direção do veículo e colocaram a vítima no porta-malas. Após percorrerem muitos quilômetros, amarraram a vítima e buscaram promover depósitos bancários.

Caso Amarildo: criminosos saíram em "noitada" após torturar e matar motorista de aplicativo em Guarapari
Apesar da aparente simplicidade, a arma de fabricação caseira usada pelos criminosos tinha alto poder letal e disparava munição de calibre 12

Em um momento, quando a vítima tentou se evadir empurrando um dos criminosos, um dos maiores efetuou um disparo no rosto da vítima. “O disparo atingiu a vítima em um dos olhos e na boca. Já cega, a vítima começou a clamar pela vida, mas apesar dos pedidos, eles jogaram a vítima barranco abaixo e iniciaram uma sessão de tortura que perdurou por aproximadamente 15 minutos”, contou Dr. Guilherme Eugênio, delegado titular da Deic.

Um dos maiores teria filmado a ação narrando o ocorrido para enviar para uma ex-namorada, como forma de ameaça. Após o falecimento da vítima, os criminosos ocultaram o corpo com bambus “Naquela região, seria impossível a localização do corpo da vítima, não fosse a indicação feita pelos próprios criminosos”, explicou Dr. Guilherme.

Depois disso, os criminosos se dirigiram para Guarapari comemorando a ação, se juntaram a mulheres, beberam e foram para festas. “Nossa equipe conseguiu capturá-los ainda na casa de uma moça onde eles comemoraram tudo o que fizeram”, relatou o delegado.

O celular que registrou as imagens foi destruído e a perícia trabalha para recuperar essas imagens. A Polícia reforça que todos os relatos foram passados pelos próprios criminosos em atos filmados e na presença dos advogados dos criminosos.

Crueldade chocou equipe policial

A violência do crime chocou mesmo a equipe policial. “Em crimes contra o patrimônio, eu nunca tinha vislumbrado uma violência tão intensa e uma intenção tão grande de matar. Eles tinham opções, mas a escolha foi pela morte cruel da vítima”, contou Dr. Guilherme.

O valor furtado de Amarildo foi de apenas R$60. Os criminosos confessaram que não tinham o objetivo de vender o veículo, mas apenas de usa-lo em festas e passeios.

Os criminosos maiores de idade responderão por latrocínio, que tem pena estipulada entre 20 a 30 anos de prisão. Além disso, os criminosos responderão por ocultação de cadáver e pelos crimes continuados de roubo com privação de liberdade, uso de arma branca e arma de fogo. Os maiores também responderão por corrupção de menores.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

20211206175258_IMG_9654

Bolsa Técnica: Estado abre mais de 1,3 mil vagas gratuitas em cursos técnicos no ES

Surfista Guilherme Anchieta (1)

Jovem de Anchieta é o único capixaba convocado para treinamento da Seleção Brasileira de Surfe

A convocação para o treinamento de campo foi realizada entre os integrantes do ranking estadual e nacional da CBSurf

Anúncio

Anúncio

Canoa Havaiana Priscilla (1)

Atletas de Guarapari ganham 1° lugar no maior desafio de Canoa Havaiana do Brasil

A Vibe é um desafio de 90 km em Ilhabela, São Paulo

sedu divulgação

Sedu ES abre inscrições de Processo Seletivo com remuneração de até R$ 4,9 mil

Anúncio

instituto-emite-alerta-de-chuvas-fortes-raios-e-granizo-para-o-es

Alerta de muita chuva e ventos intensos em todo Espírito Santo

O alerta laranja é de perigo e tem validade até essa terça-feira (07)

00

10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari inicia a “Operação Natal”

Anúncio