Anúncio

Comércio de Guarapari não irá alternar dias de funcionamento

A recomendação para o rodízio dos comércios é do Governo do Estado para os municípios classificados como de risco alto diante da pandemia

Por Aline Couto

Publicado em 10 de junho de 2020 às 09:44
Atualizado em 10 de junho de 2020 às 16:43

Anúncio

Foto: Arquivo Folha.

Na terça-feira (09), o Comitê Municipal de Combate a Pandemia de Guarapari se reuniu para tratar das medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). Na reunião, ficou decidido pela manutenção do funcionamento do comércio, conforme o decreto municipal publicado na última sexta-feira (05), que valerá até o dia 14 de junho.

As determinações incluem o isolamento total a partir das 19h e o funcionamento do comércio não essencial de segunda à sexta-feira, das 09h às 17h. Contudo, nos finais de semana, apenas padarias, postos de gasolina, farmácias e delivery poderão funcionar. Os supermercados estão autorizados a abrir aos sábados, até as 14h, mas ficarão fechados aos domingos (07 e 14/06).

Conforme a portaria do governo estadual, municípios classificados com risco alto no Mapa de Gestão de Risco deverão estabelecer restrições ao funcionamento dos estabelecimentos, galerias e centros comerciais. Uma das recomendações é a alternância de funcionamento dos comércios, em dias pares e ímpares, divididos em setores. O município de Guarapari, que registra, até o presente momento, 403 casos e 18 óbitos da Covid-19, integra o grupo de risco alto. 

De acordo com Aguinaldo Ferreira Júnior, superintendente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Guarapari (CDL) e Sindicato dos Lojistas do Comércio de Guarapari (Sindilojas), o comércio do município não irá aderir ao rodízio porque a portaria estabelece uma recomendação, que pode ou não ser seguida.

Em Guarapari, devido à crise que afetou diversos comércios locais, optamos por tomar decisões mais próximas da nossa realidade. No entanto, apesar dos comércios continuarem funcionando de segunda à sexta-feira, sem alternar, o Município estabeleceu o isolamento total após às 19h, o que é o diferencial desse decreto e vem surtindo efeito. No último sábado (06), registramos o maior índice de isolamento social desde o início da pandemia“, explicou.

Sobre a possibilidade de mudanças nas determinações, Aguinaldo disse que o decreto municipal é válido até o dia 14 deste mês e há uma reunião periódica para analisar a eficiência das medidas estabelecidas. “Caso as medidas não surtam efeitos, pode ser aderido o sistema de rodízio após o fim da validade do decreto“.

O superintendente finalizou chamando atenção para a necessidade dos comerciantes e clientes de seguirem as orientações da CDL.  “A recomendação é que sejam seguidas as medidas estabelecidas pelo decreto municipal, que seja respeitado o distanciamento social e tomados os devidos cuidados, como uso de máscaras e álcool em gel“.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

guarapari_pesquisa_ouro_preto_pedras

Pesquisa da Universidade de Ouro Preto tem base em Parque de Guarapari

Projeto avalia durabilidade do concreto de escória de aciaria no Parque Morro da Pescaria

dentista-arquivo_folhaOnline

Em grupo prioritário, profissionais de odontologia de Guarapari não têm plano de vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

novo lote vacinas

Novo lote com mais de 48 mil doses de vacina contra a Covid-19 chega ao ES

Doses da Coronavac chegaram na madrugada desta quarta (03). Parte da nova remessa (30,5%) será para idosos de 80 a 84 anos que ainda não foram vacinados

feira2021-02-19-at-15-24-00

Obras do Mercado do Produtor Rural em Guarapari tem previsão de término em maio

Anúncio

Visita Virtual Cheios da Graça1

Guarapari: “Cheios da Graça” oferece visitas virtuais a crianças internadas

divulgacao-policia-militar-viatura

Polícia Militar de Guarapari deteve mais de 100 pessoas em fevereiro

Anúncio