Anúncio

Crochê melhora rotina de jovem que luta contra o câncer, em Guarapari

Por Larissa Castro

Publicado em 17 de novembro de 2020 às 08:20
Atualizado em 17 de novembro de 2020 às 16:34

Anúncio

Diagnostica com Linfoma não Hodgkin aos 20 anos e cursando faculdade de arquitetura na época, a jovem Júllia Mendes Xavier, hoje aos 22 e ainda em tratamento, descobriu durante a pandemia um novo talento que traz benefícios: a confecção de peças em crochê. Apaixonada pelo método, esta prática serve como terapia e auxilia nas despesas contra o câncer e outros custos.

Júllia confecciona peças em crochê e comercializa na internet.

Sem imaginar que iria conseguir uma nova renda em meio à pandemia e com a faculdade trancada, devido ao tratamento constante, para se distrair, Júllia resolveu comprar um curso de crochê na internet. Apesar do investimento, foi a prática que resultou no sucesso das peças.

Bolsas confeccionadas por Júllia.

“Logo no início da quarentena descobri o crochê; foi quando eu também voltei a fazer a quimioterapia. E eu precisava de uma renda extra, pois eu não posso trabalhar e minha mãe não trabalha, porque ela fica muito comigo. Nunca mexi com outra coisa de artesanato. Aprendi na internet. Após eu iniciar, pratiquei e reinventei as peças; hoje comercializo e me surpreendo sempre que finalizo algo”, se orgulha a jovem.

Júllia enfrenta o câncer há 2 anos e faz tratamentos constantes.

Sem contar com influências familiares no artesanato, Júllia produz diariamente. Para ela, o trabalho realizado na “Cura em Fios” vai além do dinheiro que ganha com as vendas.”É bem gostoso; uni o útil ao agradável. É uma coisa que eu gosto e que me traz distração, além de eu ter uma renda que auxilia nas despesas do tratamento realizado em Vila Velha e gastos pessoais. Faço bolsas, acessórios, carteiras e acessórios de decoração para casa. Como já peguei prática, faço rápido e minha mãe me ajuda com o acabamento de algumas peças, de resto, a parte da confecção, é comigo”.

Com vendas realizadas através das redes sociais, os trabalhos podem ser acompanhados pelo instagram @curaemfios e os pedidos podem ser feitos pelo telefone 27 99881-0252.

No momento esta é minha profissão. Serve como renda, distração e terapia.

JÚLLIA MENDES XAVIER, 22 ANOS.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

crime em Gri

Crime em Guarapari: mulher foi amarrada e torturada antes de ser assassinada

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1); o marido dela também foi agredido e teve ferimentos na cabeça

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Anúncio

Anúncio

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

Anúncio

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

Anúncio