Anúncio

Defesa Civil interdita o Polivalente de Guarapari

Por Carolina Brasil

Publicado em 8 de fevereiro de 2018 às 13:47
Atualizado em 8 de fevereiro de 2018 às 13:50

Anúncio

De acordo com o órgão do município, a Defesa Civil Estadual, juntamente com engenheiro da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), fará uma visita técnica ao local ainda hoje (08). O objetivo é averiguar a situação, apontar as causas e as soluções para o problema.

Prédio interditado onde a escola funciona provisoriamente. Foto: Hamilton Garcia

A Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Dr. Silva Mello, amplamente conhecida como Polivalente,  foi interditada pela defesa Civil Municipal, nessa quarta-feira (07). Ainda não há prazo oficial para o fim da interdição, motivada pelo transbordamento de uma caixa d’água o que provocou a inundação de quatro andares do prédio onde funciona, provisoriamente, a escola.

A falta de manutenção somada às constantes chuvas foi a causa do problema. Na ocasião, a Defesa Civil do município identificou outras situações passíveis de acidente: “Fiação exposta, quebra de placa de gesso, grande volume de água acumulada no subsolo, rampas sem parte do piso antiderrapante, uma parede no 4º andar com rachadura bem acentuada e falhas no teto da quadra poliesportiva”, conforme relatou o coordenador da Defesa Civil Municipal, Romildo Scalzer, ressaltando que o órgão foi até o local acionado pelo Corpo de Bombeiros que recebeu uma denúncia.

Em tempo:

A sede da EEEM Dr. Silva Mello fica no bairro Itapebussú e está em obras há cerca de seis anos. Enquanto isso, a instituição de ensino funciona em um prédio alugado no Parque Areia Preta.

As obras paradas na sede da escola. Foto: Folha da Cidade/Arquivo

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) se posicionou sobre o ocorrido e as obras da sede:

“A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) informa que a Escola Estadual Dr. Silva Mello está passando por obras de reconstrução no valor de R$ 13 milhões, e que devido às obras, atualmente, os alunos estão estudando em um imóvel alugado, prédio onde anteriormente já funcionou uma escola particular. Uma equipe de engenharia da Sedu esteve no local para verificar os questionamentos da Defesa Civil e notificou o proprietário do imóvel, sob pena de multa, para providências. A Sedu informa, ainda, que os reparos na unidade já estão sendo providenciados para que as atividades escolares possam ser retomadas na sexta-feira (09). 

O Instituto de Obras Públicas do Estado do Espírito Santo (Iopes) informa que a obra foi paralisada em outubro de 2017 por incapacidade financeira da empresa que estava executando os serviços. O instituto está providenciando a recontratação da 2ª colocada na licitação da reforma da unidade. A previsão é de retomada da obra em março deste ano, com previsão de conclusão no 1º semestre de 2019. Com o novo espaço, os estudantes contarão com 16 salas de aula, sala professores, biblioteca, dois laboratórios de informática, laboratório de química/biologia, laboratório de matemática/física, quadra poliesportiva coberta, cozinha, refeitório, pátio coberto e descoberto, sala de rádio/grêmio e auditório.”

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Anabela, Rizk, Monica e Willian (1)

Evento lança chapa de reeleição à subseção da OAB-ES sediada em Guarapari

mapa de risco-77

Confira os municípios classificados em Risco Moderado no 77° Mapa de Risco Covid-19 do ES

Anúncio

Anúncio

vacina_covid-2021-06-28

Guarapari realiza nova ação de vacinação contra Covid-19 sem agendamento para as três doses

Ação acontece neste sábado (16) para grupos específicos

educação

Municípios capixabas receberão R$ 231 mi para investimentos em educação; R$ 436 mil serão para Guarapari

Alfredo Chaves receberá mais de 2 milhões e 800 mil; Anchieta, 5 milhões e 500 mil

Anúncio

pmg_covid-testeantigeno

Guarapari realiza nesse sábado (16) mais uma ação de testagem da Covid-19

Prisão fornecedores

Polícia prende suspeitos de fornecerem maconha e haxixe para traficante de Guarapari

Anúncio