Anúncio

Delegado alerta para links falsos na Internet

Por Carolina Brasil

Publicado em 22 de maio de 2018 às 17:44
Atualizado em 22 de maio de 2018 às 17:51

Anúncio

O titular da Delegacia Patrimonial de Guarapari, delegado Marcos Nery, chama a atenção para golpes a partir de ofertas tentadoras.

O delegado afirma que comércio não é Loteria. Foto: Carolina Brasil

Imagine a seguinte situação: Copa do Mundo chegando, você de olho em uma TV de última geração que custa em média R$ 5 mil. Navegando pela Internet, em site e redes sociais, surge uma oferta com o objeto de desejo pela metade desse valor. Hora de clicar no link, certo? Não. Você corre riscos.

A população deve fugir de ofertas tentadoras.

De acordo com Marcos Nery, delegado titular da Delegacia Patrimonial de Guarapari (Depatri), é assim que acontecem muitas fraudes, estelionatos e, principalmente, a obtenção de dados para novos crimes. Isso porque, os criminosos falsificam a plataforma de grandes sites para onde a pessoa é levada através do link que, em geral, apresenta ofertas tentadoras ou grandes vantagens na obtenção de produtos ou serviços. Um exemplo é o desconto excessivo na opção de pagamento por boleto. “A pessoa faz a compra através de um boleto, constando nele o nome da loja e outras informações aparentemente corretas, mas com código de barras de uma conta falsa. A pessoa perde o dinheiro e não recebe o produto”, explicou Nery.

O delegado destaca que há, no Brasil, uma vantagem excessiva em abrir contas e o estelionatário se aproveita disso. Segundo ele, os crimes patrimoniais por meios eletrônicos aumentaram muito em todo o país. “Crimes desse tipo são muito difíceis de solução, muitas vezes a distância geográfica entre o criminoso e a vítima é grande. Além disso, envolve a obtenção de informações de instituições financeiras e de outras delegacias”, ressaltou.

Crimes são cometidos a partir de dados pessoais lançados na rede.

Vale ressaltar, também, que ao clicar em links falsos e acessar plataformas fraudulentas, com preenchimento de dados, pode gerar mais que o prejuízo financeiro pontual. “O criminoso faz a vítima duas vezes, obtendo vantagens indevidas e obtendo os dados pessoais. Com esses dados CPF, RG, e-mail, nome e endereço, pode abrir uma conta, fazer compra com cartões falsos em nome daquela pessoa, constituindo dívidas. O nosso conselho é sempre optar por sites confiáveis e conhecidos do comércio eletrônico, verificar a idoneidade da empresa que responde por aquele site e nunca clicar em links desconhecidos”, alertou Marcos Nery.

Para o delegado não é aconselhável comprar e vender em sites de revenda, bazar ou grupos de redes sociais. Nesses ambientes pode existir o comércio de produtos fruto de furto ou roubo, e pagamento com notas falsas, por exemplo. Um risco para quem compra e para quem vende. Ele chama a atenção para outros dois tipos de golpe. Um trata de empréstimos facilitados e com poucas exigências. Outro de depósitos falsos em negociações bens. “Muitas vezes, a pessoa está desesperada com as contas atrasadas, com nome sujo e se depara com um empréstimo vantajoso, mas que exige o depósito de 10% do valor pretendido. Na tentativa de resolver o problema acaba caindo no golpe. E no caso de negociações, o golpista deposita no caixa eletrônico um envelope vazio, com a informação do valor combinado na negociação. A vítima não se preocupa em aguardar que aquele ‘dinheiro’ seja compensado e entrega o bem. Em geral essas tratativas acontecem por meios falsos como e-mails e telefones”, descreveu o delegado Marcos Nery da Depatri de Guarapari, dizendo que comércio não é Loteria, que em algum momento te trará sorte ou uma grande vantagem.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Covid-19_ES ultrapassa 10 mil obitos - 2021-05-11

Painel Covid-19: Guarapari se aproxima de 350 e ES ultrapassa 10 mil óbitos por Covid-19

Segundo a última atualização, na tarde de hoje (11), o número de óbitos chegou a 10.013 em todo o Estado

vacina_butantan_covid-divugacao_es

Guarapari abre agendamento para segunda dose da Coronavac em idosos acima de 70 anos

Anúncio

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Imunização contra gripe para idosos e professores começou hoje (11) em Guarapari

Desaparecido Secr Saúde1

Encontrado morador de Guarapari que estava desaparecido

Anúncio

vacina pfizer

Vacina da Pfizer será aplicada em gestantes do ES após suspensão da AstraZeneca

A vacina, até então, só estava sendo aplicada em moradores de Vitória; Anvisa orientou a suspensão da aplicação da AstraZeneca em gestantes nessa segunda-feira (10)

Fachadas Pitágoras.com_

“Solidariedade que transforma”: faculdade de Guarapari adere a campanha de arrecadação de alimentos

Kroton lança campanha nacional de arrecadação de alimentos e artigos de higiene

Anúncio