Anúncio

Eleições na pandemia: Veja quais cuidados devem ser tomados nesse domingo (15)

Neste ano, a fim de evitar a propagação do novo coronavírus, será preciso adotar cuidados extras ao votar

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 14 de novembro de 2020 às 16:00
Atualizado em 15 de novembro de 2020 às 23:00

Anúncio

Os eleitores deverão usar máscara e levar a própria caneta. Foto: Reprodução / TSE

Amanhã (15), os eleitores vão às urnas escolher os prefeitos e vereadores que irão exercer o mandato entre os anos de 2021 e 2024, mas, neste ano, é preciso estar atento às mudanças. Isso porque, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), será preciso adotar novos cuidados. Veja o que mudou:

Horário ampliado

Neste ano, o horário de votação será ampliado em uma hora. Assim, deferente das demais eleições, quando votava-se das 8h às 17h, neste ano, o horário começa às 7h e vai até às 17h, considerando sempre o horário local.

A ampliação tem por objetivo evitar aglomerações no dia da votação e distribuir melhor o fluxo de pessoas nos locais de votação, assim, diminuindo as chances de propagação do vírus.

Horário preferencial

A fim de garantir a segurança de pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, as primeiras três horas, das 7h às 10h, serão preferenciais para idosos.

As orientações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) são de que, se possível, os eleitores que não se encontram na faixa etária não compareçam nas seções eleitorais para votar nessas horas iniciais.

Proteção individual

O eleitor deve portar, no momento da votação, um documento oficial com foto, máscara e uma caneta esferográfica. Isso porque, nestas eleições, a biometria será substituída pela apresentação de documento oficial com foto e pela assinatura do caderno de votação.

O eleitor deve fazer uso de máscara facial durante todo o tempo, desde o momento que sair de casa para votar até o retorno para a residência. Cabe reforçar que, nos locais de votação, não é permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer outra atividade que exija a retirada da máscara.

Distanciamento

Ao entrar na seção, o eleitor deve mostrar seu documento oficial com foto, esticando os braços em direção ao mesário, que verificará os dados de identificação à distância.

Apenas em caso de dúvida na hora da identificação, o mesário poderá, excepcionalmente, pedir ao eleitor para se afastar dois passos para trás e abaixar a máscara brevemente, evitando se comunicar por esse tempo, apenas para o reconhecimento facial.

Álcool gel

Os eleitores deverão higienizar as mãos com álcool gel antes e depois de votar, assim como os itens pessoais. Cabe ressaltar que é dever da Justiça Eleitoral fornecer álcool em gel para as seções eleitorais em quantidade suficiente para que cada eleitor higienize as mãos antes e depois de votar e higieniza também objetos, como a caneta para assinatura no caderno de votação.

  • Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

centro-pop-oficina-de-artesanato-2021-07-31

Oficina ensina artesanato para pessoas em situação de rua no Centro Pop de Guarapari

esportes-investimentos-2021-07-31

Estado anuncia cerca de R$160 milhões de investimentos na área dos Esportes

Anúncio

Anúncio

jornais-pixabay-midia-2021-07-30

Artigo: TV, rádio, jornal e revista local para fugir da terrível depressão mundial

Guarapari vai sediar retomada dos Jogos Escolares do Espírito Santo em setembro

De acordo com Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, evento deve contar apenas com municípios campeões das últimas etapas realizadas em 2019

Anúncio

artigo-2-2021-07-30-1

Artigo: danos morais no Direito do Trabalho

cover-painel-covid-19-julho01

Guarapari teve 12 óbitos e 460 novos casos de Covid-19 em julho

Números apresentam queda, em relação ao mês anterior

Anúncio