Anúncio

Em reunião do Repas, vereadora de Guarapari apresenta proposta para pessoas em situação de rua

Por Gislan Vitalino

Publicado em 27 de janeiro de 2021 às 16:40
Atualizado em 28 de janeiro de 2021 às 15:02

Anúncio

Fotos: Gislan Vitalino/ FolhaOnline.es

Na manhã de hoje (27) o grupo “Repas – Rede de Promoção de Ambientes Seguros” se reuniu para debater sobre o aumento do caso das pessoas em situação de rua em Guarapari. Durante a reunião aconteceu a apresentação do projeto do Centro de Convivência para Pessoas em Situação de Rua de Guarapari, de autoria da vereadora Rosana Pinheiro (Cidadania). Estiveram presentes representantes do executivo, vereadores, representantes de forças policiais e da sociedade civil organizada.

A vereadora reforçou que momentos como esse são importantes para fomentar o debate e levantar ideias da população que podem ser levadas ao poder público. “Não podemos fechar os olhos para questões como essa. Não é uma situação exclusiva do executivo ou do legislativo. É uma questão que envolve todos os setores da sociedade”, afirmou a vereadora.

O projeto do Centro de Convivência das Pessoas em Situação de Rua propõe a criação de um espaço voltado para atividades que promovam o acolhimento, a dignidade e a reinserção de pessoas em situação de rua. No projeto, que ainda está em construção, estão previstas parcerias com instituições de formação e profissionalização, setores da iniciativa privada que absorvam mão de obra e a disponibilização de aluguel social para os assistidos pelo Centro que estiverem atuando em atividades definidas pelo projeto. Também estão previstas assistências com a orientação de saúde, familiar e financeira. Nos casos de permanência ou não adaptação, está prevista a destinação dos assistidos à família e ao local de origem (quando indivíduo for originado de outra cidade).

Durante o debate, os membros do Repas apontaram desafios que ainda precisam ser aprimorados no projeto, como a forma de incentivar adesão das pessoas em situação de rua às atividades do projeto e o amparo mais imediato à população que enfrenta problemas relacionados às pessoas em situação de rua.

Segundo apontado na reunião, para entender os custos do projeto são necessários levantamentos relacionados ao perfil da população em situação de rua de Guarapari e do detalhamento da execução do projeto, que pode atuar, inclusive, juntamente ao Centro Pop.

Reunião aconteceu hoje (27) no auditório da 5ª Delegacia Regional de Guarapari.

Repas

O Repas é a Rede de Promoção de Ambientes Seguros. Formada em 2008 e constituída por membros da sociedade civil organizada, forças policiais e do poder público, o Repas promove iniciativas que objetivam colaborar para a construção de uma cidade melhor e mais segura.

As demandas discutidas durante o encontro serão encaminhas aos responsáveis na tentativa de soluções para a sociedade.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

MAPA_60_L1

Governo apresenta 60° Mapa de Risco com Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco moderado

transparencia-fiscalizacao-corrupcao-lupa

Espírito Santo é o Estado mais transparente nos dados da vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

obras Camurugi

Moradores de Guarapari aguardam obras em rua do Camurugi contemplada em 2020

Até o momento, o serviço de dragagem da vala foi realizado; a promessa da prefeitura é que a obra de drenagem e pavimentação fique pronta até o fim do ano

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

Anúncio

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

Anúncio