Anúncio

Entrega das cestas básicas gera aglomeração no Cras São José em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 10 de junho de 2020 às 16:41

Anúncio

Entrega das cestas básicas gera aglomeração no Cras São José em Guarapari
Foto: Reclamante.

A entrega das cestas básicas, doadas pela Prefeitura de Guarapari, no dia de hoje (10) gerou reclamações. Uma moradora registrou a situação, uma longa fila que se formou no entorno do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de São José.

Segundo a reclamante, que se encontrava na fila, o motivo da aglomeração foi a mudança na forma de entrega das cestas. “Inicialmente era necessário um agendamento para retirar os alimentos. Era tudo tranquilo e sem tumulto. Mas agora, é preciso retirar uma senha para pegar a cesta. O que causou a grande quantidade de pessoas no local. Tinha gente na fila desde as 4 da manhã”, explicou.

Diante da reclamação, questionamentos foram enviados a Prefeitura de Guarapari: Porque a forma de entrega foi alterada? Qual o motivo de não manter o agendamento? Porque a distribuição de senhas? Não há organização da fila no local? A aglomeração não vai de encontro ao decreto de enfrentamento a pandemia?

Em resposta, o órgão enviou uma nota:

“Nesta data, estavam sendo realizados os atendimentos rotineiros do CRAS de São José, para todos os benefícios ofertados pelo serviço.

Entretanto, em virtude da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), houve um aumento na busca pelo benefício de cestas básicas. No momento de pandemia foi realizado um procedimento emergencial, com critérios específicos, já finalizado. Verificou-se então, que o caso presenciado se tratou de um caso isolado.

Na oportunidade, a Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania – Setac esclarece irá adotar novo procedimento de atendimento a todos os serviços ofertados pelos CRAS do município. Assim, os agendamentos serão realizados exclusivamente por telefone, visando evitar aglomeração nas unidades”.

Em tempo

A distribuição de cesta básicas para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza foi uma medida adotada pela Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac) de Guarapari, devido a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

A entrega dos alimentos era realizada mediante agendamento prévio, de acordo com a área de abrangência de cada Cras, e apresentação de documentos comprobatórios.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

alunos-jorge-boueri-sobrinho-tampinhas

Alunos de Guarapari arrecadam tampinhas para ajudar projeto social

pratos-festival-capixaba-de-frutos-do-mar-2017-6

Festival Capixaba de Frutos do Mar começa no próximo fim de semana em Anchieta

Anúncio

Anúncio

mapa2-01-01

Coluna Dom Antônio: Mais vantagens para a via expressa interligando a ponte à Avenida Paris

moto-rock-2022-4-1

Moto Rock agita Guarapari com o primeiro dia de sua 8ª edição

Anúncio

WhatsApp-Image-2022-08-01-at-13.22.36

Artigo: “Pais de Pet” – A tutela dos animais de estimação

ap22217686674430

Pesquisa Ipec revela a intenção de voto dos eleitores do ES para presidente

Anúncio