Anúncio

Escolinha de bodyboarding gera esperança para crianças e adolescentes de Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 8 de setembro de 2019 às 09:00
Atualizado em 6 de setembro de 2019 às 14:11
Anúncio

A iniciativa conta com cerca de 30 alunos inscritos e oferece aulas gratuitas de bodyboarding no Recanto da sereia

As aulas são gratuitas. Fotos: Divulgação.

Uma iniciativa tem ajudado crianças e adolescentes de Guarapari. Todos os sábados, a Escolinha de Bodyboarding D’Ulé, fundada há cerca de dois anos, oferece aulas gratuitas para alunos de 7 a 17 anos, dando a oportunidade para que possam aprender um novo esporte. A escolinha, que recebe o apoio da Prefeitura de Guarapari, funciona em Recanto da Sereia e conta com cerca de 30 pessoas matriculadas.

O educador físico Ronaldo Nascimento, responsável pela fundação da escolinha, explicou que o desejo de iniciar o projeto social surgiu a partir da dedicação que ele já tinha para com o bodyboard. “Eu pratico o esporte há mais de 30 anos e sempre tive muito empenho nos treinos e competições. Então, eu senti a necessidade de me dedicar a uma escolinha”, afirmou.

De acordo com Ronaldo, primeiramente é realizado um trabalho de adaptação dos alunos com o esporte. “São crianças e adolescentes que nunca tinham pegado onda na vida, então elas entram mais com o desejo de aprender”, esclareceu. Porém, o educador físico ressaltou que o intuito da escolinha é levar esses alunos mais longe. “A nossa intenção é formar equipes para disputar no circuito estadual e nacional. Por isso, já passamos algumas regras de campeonatos, além de fazemos competições entre eles”, declarou.

Ronaldo pratica bodyboarding há mais de 30 anos.

Para além da técnica esportiva, Ronaldo destacou que o projeto social também tem o objetivo de oferecer uma nova perspectiva de vida para os participantes. “A escolinha é importante para tirar a criança do ócio, da marginalidade e criar cidadãos, mostrando que tudo isso pode gerar frutos”, enfatizou. A ação tem o apoio da Prefeitura de Guarapari, que doou equipamentos para a escolinha através Projeto Federal “Campeões de Futuro”.

Ronaldo contou que, durante o verão, o número de matriculados é ainda maior, já que visitantes se informam sobre o projeto e pedem para participar. “Muitos fazem aulas experimentais e decidem continuar. Isso acaba atraindo o turismo para o município também”, pontuou.

As inscrições são gratuitas e, para participar, os interessados devem levar a declaração escolar, que comprove que a criança ou adolescente está matriculada em uma rede de ensino, além de ser necessário estar dentro da faixa-etária de 7 a 17 anos. As aulas são aplicadas todos os sábados de 08h a 11h no Recanto da Sereia.

Anúncio
Anúncio

Veja também

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

Anúncio
Anúncio
homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

Anúncio
cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari

Foto: Reprodução

Coronavírus faz mais duas vítimas em Guarapari; São 11 óbitos e 240 casos confirmados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (31)