Anúncio

Ferraço e Magno no Senado

Por Glenda Machado

Publicado em 4 de outubro de 2010 às 00:00
Atualizado em 22 de novembro de 2016 às 20:47

Anúncio

O vice-governador, Ricardo Ferraço (PMDB), e o senador reeleito, Magno Malta (PR), serão os representantes capixabas no Senado. Ricardo ingressará como senador mais votado na história do Espírito Santo. Ele alcançou 1.557.409 votos e superou o recorde que pertencia ao agora eleito governador, Renato Casagrande (PSB).
Ferraço disse que a prioridade é a sensibilização, junto ao Congresso, da importância socioeconômica do Estado. “Será um mandato para convencer o Brasil da contribuição que o Espírito Santo dá ao país. Precisamos ser mais bem tratados, e é hora de superarmos desafios que temos na saúde, na educação e na infraestrutura”, afirmou.
Magno Malta conseguiu garantir a segunda cadeira do Senado. Ele recebeu 1.285.177 votos. A marca supera os 864.990 que recebeu em 2002. Ao comentar o resultado das urnas, ele disse ter se sentido perseguido durante a campanha. Também negou que sua ambição fosse ser eleito com a maior votação do estado.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2021-06-18-at-13.15.02

Artigo: uma Guarapari diferente por usar melhor os seus templos ociosos

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES abre 101 vagas em cursos presenciais, com oportunidades para Anchieta

Anúncio

Anúncio

IMAGEM-DE-DESCRIÇAO-DO-ARTIGO

Artigo: empréstimo consignado não autorizado; como cessar descontos e pedir indenização

bicicleta-ciclismo-pixabay-2021-06-19

Espírito Santo tem média de cinco bicicletas furtadas por dia

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que o índice caiu em comparação ao ano passado

Anúncio

Tempo segue nublado no fim do outono em Guarapari e região

Temperaturas, entretanto, podem ficar um pouco mais altas

cover-painel-covid-19-2021-06-19

Painel Covid-19: Guarapari ultrapassa 15 mil casos, mas média de óbitos diminui

Média móvel de óbitos, que atingiu máximo de 74,9 em abril, está em 19,07

Anúncio