Anúncio

Governo do ES assume provisoriamente a gestão do Hospital Infantil de Vila Velha

O motivo, segundo Portaria publicada no Diário Oficial, é o descumprimento de obrigações contratuais com risco iminente de interrupção nos serviços por falta de insumos hospitalares

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 22 de fevereiro de 2021 às 09:15
Atualizado em 23 de fevereiro de 2021 às 11:51

Anúncio

Foto: Governo do ES.

O Governo do Espírito Santo vai assumir a gestão do Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha. O anúncio foi feito no domingo (21), por meio de uma portaria publicada em edição extra do Diário Oficial. A intervenção começa a valer nesta segunda-feira (22) e vai até o dia 2 de março, quando é encerrada a vigência do contrato com o Instituto Gnosis.  

O motivo, segundo a Portaria, é o descumprimento de obrigações contratuais com risco iminente de interrupção nos serviços do hospital por falta de insumos hospitalares. Além disso, desde o final de dezembro de 2020, o cargo de Diretor Geral da unidade está vago, caracterizando o abandono da gestão da unidade por parte da Organização Social.

Diante disso, a Secretaria de Saúde assumirá a execução dos serviços para garantir a assistência à população capixaba e cumprimento do compromisso das obrigações com os empregados do hospital.

Ainda, segundo a Portaria, fica nomeada como interventora a diretora geral do Hospital Estadual Infantil Nossa Senhora da Glória, Thais Regado, que passará a acumular a função de diretora geral do Himaba.

A Secretaria da Saúde aguarda a finalização do processo de chamamento público para a escolha de uma nova Organização Social, que já está em andamento, em fase de análise de propostas de cinco Organizações Sociais de Saúde para o gerenciamento futuro da unidade.

Outra intervenção

Em outubro de 2019, o Governo do Estado também rompeu o contrato do Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), com o Instituto de Gestão e Humanização (IGH), após inspeções da Secretaria de Controle e Transparência (Secont), a pedido da Sesa, apontarem indícios de irregularidades na gestão.

Foram apuradas a terceirização de serviços por valores acima do mercado, além de aditivos ao contrato com a organização feitos pelo governo, o que poderia resultar em um prejuízo milionário.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

kit merenda

Guarapari realiza nova distribuição de kit merenda para alunos da Rede Municipal de Ensino

Covid-19_ES ultrapassa 10 mil obitos - 2021-05-11

Painel Covid-19: Guarapari se aproxima de 350 e ES ultrapassa 10 mil óbitos por Covid-19

Segundo a última atualização, na tarde de hoje (11), o número de óbitos chegou a 10.013 em todo o Estado

Anúncio

Anúncio

vacina_butantan_covid-divugacao_es

Guarapari abre agendamento para segunda dose da Coronavac em idosos acima de 70 anos

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Imunização contra gripe para idosos e professores começou hoje (11) em Guarapari

Anúncio

Desaparecido Secr Saúde1

Encontrado morador de Guarapari que estava desaparecido

vacina pfizer

Vacina da Pfizer será aplicada em gestantes do ES após suspensão da AstraZeneca

A vacina, até então, só estava sendo aplicada em moradores de Vitória; Anvisa orientou a suspensão da aplicação da AstraZeneca em gestantes nessa segunda-feira (10)

Anúncio