Anúncio

Governo do ES autoriza retorno das aulas presenciais em cidades de Risco Moderado

Anúncio foi feito no início da tarde desta quarta-feira (25) pelo governador Renato Casagrande

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 25 de novembro de 2020 às 15:26
Atualizado em 26 de novembro de 2020 às 14:21

Anúncio

Foto: TV Vitória.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou nesta quarta-feira (25) que as aulas presenciais nas escolas da educação básica estão autorizadas a voltar a partir de quinta-feira (26) também nas cidades classificadas como Risco Moderado. De acordo com a regra anterior, as aulas presenciais poderiam acontecer apenas nas cidades de Risco Baixo para a transmissão da Covid-19, de acordo com o Mapa de Risco criado pelo Estado.

A decisão acontece após protestos de pais de alunos e discussões entre instituições privadas e públicas do Estado, que se posicionaram contra o fechamento temporário das escolas.

Segundo Casagrande, a abertura das escolas prevê um rigoroso protocolo sanitário que deve ser cumprido por alunos e funcionários.

Desde a última segunda-feira (23), por conta de mudanças na classificação de risco das cidades do Espírito Santo, as aulas presenciais foram proibidas de serem realizadas, temporariamente, em Vitória, Cariacica, Viana, Ecoporanga e Barra de São Francisco, em razão das cidades estarem classificadas como Risco Moderado para o novo Coronavírus.

Agora, com a mudança na regra, o funcionamento das escolas nestas cidades está novamente autorizado, até que um novo Mapa de Risco seja elaborado.

Em entrevista ao Folha Vitória, o presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Espírito Santo (Sinepe-ES), Moacir Lelis, que participou de uma reunião com autoridades do governo e entidades públicas na última terça-feira (24), comemorou a notícia e reforçou que as escolas estão preparadas para receber de volta os alunos.

“A reunião foi muito produtiva ontem. O próprio secretário de saúde apresentou dados científicos comprovando que o risco de transmissão da doença nas escolas é baixíssimo. O Ministério Público reforçou que a gente cumpra o nosso protocolo de biossegurança e vamos cumprir com ainda mais rigor”, afirmou Lelis.

“Estamos felizes, até porque as nossas crianças querem ir para a escola. E os pais continuam com a opção de decidir se vão enviar os filhos ou não. O que nós temos que pensar agora é que o conteúdo pedagógico a gente recupera, mas o emocional das nossas crianças, principalmente das mais novas, nós precisamos cuidar agora”, completou o presidente do Sinepe.

Ainda segundo Lelis, a maioria das escolas particulares já deve abrir a partir de quinta-feira (26), seguindo os protocolos sanitários recomendados pelo governo e autoridades de Saúde.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

chuva-muquicaba-guarapari-2021-09-01

Mais chuva: Instituto emite novo alerta incluindo Guarapari e região

Instituto Nacional de Meteorologia alerta para o risco de acumulado de chuvas

Anúncio

Anúncio

hospital guarapari

Empresa responsável pela obra do hospital de Guarapari está contratando

Estão sendo ofertadas 11 oportunidades de trabalho

meaipe_arquivo_folha

DER anuncia início do engordamento e revitalização de Meaípe, em Guarapari, nas próximas semanas

Anúncio

casa-decoracao

Anchieta premiará casas com melhor decoração natalina

Serão R$ 10 mil em premiação para as casas com as fachadas mais atraentes nos quesitos criatividade e iluminação

20211019_2254321

Acumulo de chuva provoca queda de muro e alagamentos em Guarapari

Anúncio