Anúncio

Governo do ES divulga 17º Mapa de Risco da Covid-19

O mapa terá vigência entre a próxima segunda-feira (10) e o domingo (16)

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 8 de agosto de 2020 às 12:13
Atualizado em 9 de agosto de 2020 às 17:39
Anúncio
Foto: Divulgação

Na última sexta-feira (07), o Governo do Estado anunciou o 17º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (10) e o domingo (16). Ao todo, 12 municípios capixabas estão classificados em Risco Baixo, outros 54 estão em Risco Moderado e 12 em Risco Alto.

A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril, levando em consideração o coeficiente de incidência da doença. No dia 04 de maio, o Mapa de Risco passou a contar a taxa de ocupação dos leitos de UTI. No dia 18 de maio, a Matriz de Risco Ampliada entrou na terceira fase com a inserção da taxa de letalidade, do índice de isolamento social e a porcentagem da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco. A nova Matriz de Risco Ajustada entrou em vigor no último dia 13, permitindo que todas as cidades capixabas fossem classificadas de forma individual, sem influência do grau de risco dos municípios vizinhos.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Águia Branca, Anchieta, Bom Jesus do Norte, Colatina, Ecoporanga, Ibiraçu, Mimoso do Sul, Mucurici, Piúma, Presidente Kennedy, São Mateus e Sooretama.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Apiacá, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Brejetuba, Boa Esperança, Cariacica, Castelo, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Montanha, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Teresa, Santa Leopoldina, São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Cachoeiro de Itapemirim, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Itarana, Itaguaçu, Iúna, Jaguaré, Marilândia, Muqui, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá e Vila Pavão.

  • Com informações do Governo do Estado do Espírito Santo

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Prefeito Gedson

Gedson Merizio pode se tornar deputado estadual por Guarapari

Os resultados das eleições municipais deste ano colocam Gedson com a possibilidade de assumir o cargo no próximo ano

Prêmio3

Professora de Guarapari está entre as finalistas do Prêmio Shell de Educação Científica

Cibele Machado é professora do nono ano do ensino fundamental II. Ela está na disputa e aguarda ansiosamente o resultado

Anúncio
Anúncio
casal-motohome (2)

Casal de Guarapari viaja em van com estrutura residencial montada por eles

Dentre os destinos favoritos do casal: Ubu, em Anchieta

praia do morro

Atrativos de Guarapari encantam agentes de viagem e imprensa paulista

Anúncio
Youtuber mirim2

Nascido em Guarapari, Youtuber mirim é exemplo de interação nas redes sociais

Davi Patrocínio, de apenas 3 anos, vem conquistando a internet com vídeos explicativos sobre a doença crônica que possui, além de incentivar outros a enfrentarem as dificuldades

atacado-vem-supermercado-foto-Antônio Ribeiro

Novos mercados promovem uma mudança radical em Guarapari

Anúncio