Anúncio

Governo do Estado inicia vacinação contra Covid-19 no Espírito Santo

Durante a cerimônia, o governador explicou que irá tomar a vacina assim que estiver disponível para o seu grupo, sem “furar a fila”.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 19 de janeiro de 2021 às 11:32
Atualizado em 20 de janeiro de 2021 às 10:00

Anúncio

Secretário de Saúde, Nésio Fernandes, lembrou a importância da ciência e do planejamento do Governo do Estado. Foto: divulgação/ Sesa.

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (18), a campanha de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo. Foram disponibilizadas 101.320 mil doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, pelo Ministério da Saúde. A vacinação teve início cerca de duas horas após a chegada das vacinas no Aeroporto de Vitória.

O governador Renato Casagrande a importância da estratégia do Governo do Estado no enfrentamento à doença. “Desde janeiro estamos investindo nos hospitais com a ampliação de leitos e também na preparação do sistema de saúde, com a compra de insumos e equipamentos. Criamos 250 novos leitos da UTI Covid somente aqui no Jayme dos Santos Neves, que é uma referência em todo País no tratamento de pacientes com a doença. Em outros estados vemos pessoas perdendo a vida sem atendimento hospitalar, o que não ocorreu aqui. Muito obrigado aos profissionais de saúde, de coração. Teremos o ano todo pela frente de muita luta e os municípios terão um papel fundamental na vacinação”, ponderou.

O secretário Nésio Fernandes lembrou a importância da ciência neste momento, bem como do planejamento do Governo do Estado. “Nós médicos somos formados para apostar na ciência, nas práticas de cuidados e nas evidências científicas. Confiem nas vacinas, elas salvam. Não possuem ideologias, possuem ciência. Possuem uma expressão de solidariedade, de amor dos trabalhadores da saúde, dos pesquisadores da saúde para com a comunidade. Hoje a principal medida que salva vidas, que é a vacinação, tem início no Espírito Santo. Esse momento demonstra também que ter planejamento estratégico e liderança assertiva, nos permitiu chegarmos até aqui”, disse.

Primeira imunizada

A primeira capixaba a ser imunizada foi a técnica de enfermagem Iolanda Brito da Silva dos Santos, de 55 anos, que atua no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, referência no tratamento de pacientes da doença. Ela iniciou sua carreira como técnica de enfermagem já no hospital, há oito anos. Casada e mãe de quatro filhos, ela atua também no Hospital Estadual Dório Silva, na Serra, e ficou emocionada ao poder ser imunizada. “Presenciei muitos dias difíceis, mas também felizes porque pude contribuir nos dias de luta. E hoje sou uma das primeiras a viver dias de glória”, disse a trabalhadora da saúde. “Não tenha medo das vacinas”, afirmou.

Primeira capixaba imunizada, Iolanda Brito da Silva dos Santos, de 55 anos. Foto: divulgação/ Sesa.

Como forma de homenagem a todos os profissionais que estão na linha de frente no combate à doença, foram imunizadas na solenidade: a fisioterapeuta Thaísa Fonseca; o médico Romerson Ribeiro; a enfermeira Eliane Palles; a auxiliar de serviços gerais, Sabrina Bital Martins; e a vacinadora Elizelia Bicalho.

Campanha Nacional de Vacinação

Com o objetivo principal de reduzir a mortalidade causada pela Covid-19, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo terá como população-alvo inicial cerca de 48 mil capixabas. Para alcançar esse objetivo, o Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, estabeleceu como meta vacinal de pelo menos 90% da população-alvo de cada grupo.

O imunizante será administrado de forma exclusivamente intramuscular, em esquema de duas doses, com intervalo de quatro semanas. Foto: divulgação/ Sesa.

Para a primeira etapa da primeira fase, a imunização se dará pelos trabalhadores da saúde (42.273); pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência (2.970); pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas (210) e indígenas aldeados (2.793), em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Secretaria da Saúde (Sesa), Danielle Grillo, destacou que, na segunda etapa da primeira fase da vacinação, serão acrescidos o público idoso acima dos 75 anos não institucionalizados (155.760 capixabas).

Ela orienta que a população que tenha sintomas gripais e faça parte do público-alvo aguarde o período de isolamento para comparecer às salas de vacinação. “A recomendação é adiar a vacinação em quatro semanas após o início dos sintomas”, disse Danielle Grillo.

O imunizante será administrado de forma exclusivamente intramuscular, em esquema de duas doses, com intervalo de quatro semanas.

Governador vai se vacinar junto ao seu grupo

Durante a cerimônia da vacinação de ontem (18), o governador falou sobre o momento em que deverá tomar a vacina. “Tem muita gente perguntando por que eu não vou tomar a vacina. Queria esclarecer que eu não tenho nenhum medo, queria ter tomado já aqui”, afirmou o governador em coletiva de imprensa.

Governador explicou que irá tomar a vacina assim que ela for disponibilizada para o seu grupo. Foto: divulgação/ Sesa.

Ele explicou que irá tomar a vacina assim que ela for disponibilizada pela Secretaria Estadual de Saúde para o grupo em que ele estiver incluso, sem “furar a fila”. Casagrande tem 60 anos e não se enquadra em nenhum dos grupos alvo da etapa atual de vacinação, mas integra o próximo grupo prioritário, formado por idosos de 60 a 74 anos.

*Com informações de Assessoria de Comunicação do Governo do Estado e Sesa. Fotos: Rodrigo Araujo/Governo-ES e Wing Costa/Secom.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

MAPA_60_L1

Governo apresenta 60° Mapa de Risco com Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco moderado

transparencia-fiscalizacao-corrupcao-lupa

Espírito Santo é o Estado mais transparente nos dados da vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

obras Camurugi

Moradores de Guarapari aguardam obras em rua do Camurugi contemplada em 2020

Até o momento, o serviço de dragagem da vala foi realizado; a promessa da prefeitura é que a obra de drenagem e pavimentação fique pronta até o fim do ano

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

Anúncio

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

Anúncio