Anúncio

Governo do Estado reinicia obras do canal

Por Glenda Machado

Publicado em 25 de fevereiro de 2016 às 23:23
Atualizado em 25 de fevereiro de 2016 às 23:38

Anúncio

IMG_9314Depois de mais de um ano paralisada, o governador do Estado, Paulo Hartung, esteve na tarde de hoje na cidade para assinar a ordem de reinicio das obras de revitalização do canal. Um investimento na ordem de R$ 42,9 milhões com previsão de começar no dia 1º de março. A obra será executada por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES). O evento reuniu autoridades e lideranças na Praça da Gratidão, no Centro.

O reinício das obras abrange a urbanização da Avenida Pedro Ramos, que dá acesso ao mercado de peixe, incluindo o cais de pesca. Também será reurbanizada a calçada da Rua Joaquim Augusto de Castro e o píer para atracação de embarcações de turismo e lazer, com tratamento de piso e áreas ajardinadas. Além da remodelação completa das calçadas e canteiros, a implantação de ciclovias, bicicletários, lixeiras e bancos.

Mas a solenidade não contou com plantas nem imagens dos projetos, apenas uma faixa de agradecimento ao governador e ao deputado estadual Edson Magalhães. Em meio a discursos e aplausos, foi a primeira visita de Paulo Hartung a Guarapari depois de eleito. E será em dobradinha. Isso porque amanhã ele volta para o lançamento da expansão do Campus Ifes, às 14h.

IMG_9325“Estamos buscando boas parcerias. Amanhã volto à cidade com muita alegria para lançar a expansão do Ifes. Um prédio que compramos abandonado e doamos à instituição. Temos que ser honestos com a realidade do país. É um momento difícil, mas sou otimista e acredito no Brasil, acredito nos brasileiros. Por isso fiz questão de reiniciar a obra do canal, porque ela pode mudar o cenário de Guarapari. O canal é lindo. A natureza foi generosa”, disse o governador.

Ele ainda aproveitou para destacar que dos 27 estados brasileiros, quantos governadores estão neste exato momento lançando uma ordem de serviço deste porte. “A maioria ainda está tentando acertar as contas de fevereiro, janeiro e até dezembro. Mas nós somos o único estado que conseguiu encerrar 2015 com tudo em dia. Fruto de trabalho e muita organização, o que garante a conclusão da obra. Projeto arquitetônico muito bem feita e que valoriza tudo, o que vai gerar emprego e renda. Isso é muito bom em momento de recessão econômica e peço à empresa que contrate gente da cidade”.

O vice governador César Colnago também falou da importância de Guarapari para o turismo do Estado. “Deus desenhou a lápis essa cidade maravilhosa. É o balneário mais bonito do estado e que tem potencial de alavancar o nosso turismo. Mas a sociedade precisa ajudar, proteger, cuidar. Essa obra é um sonho antigo e me pergunto por que não fizeram antes? Porque é importante não só para o nosso turismo e nossos turistas, mas para os 120 mil moradores impulsionando o turismo, renda, emprego, a pesca”.

O diretor do DER-ES, Halpher Luigi, explicou porque a obra estava paralisada desde 2014. O convênio foi assinado em dezembro de 2012. Mas foi suspensa em função do corte no orçamento do Governo Federal. Embora o Estado tivesse efetivado o depósito em conta de sua contrapartida de R$ 3,6 milhões, sem a verba federal de R$ 31,5 milhões, a obra teve que ser paralisada. O repasse federal seria o maior investimento já feito no turismo capixaba pela União.

IMG_9312Na época, foi divulgado que seriam liberados R$ 5 milhões em 2012 e mais duas parcelas de R$ 13,2 milhões em 2013 e 2014. “Mas sabem quanto tinha em conta? Nada. O problema aqui foi a falta do repasse federal. Mas assim que o governador viu que tinha condições de assumir a continuidade da obra, não pensou duas vezes para vir aqui lançar a ordem de reinício. Já passou um ano da gestão de Hartung, mas foi um ano de dificuldade. Mesmo assim, o Espírito Santo é o único que está avançando em investimentos. A obra está sendo assumida com 100% dos recursos do Estado”, disse Luigi.

O prefeito Orly Gomes também deu o seu recado. “Guarapari estava com saudades de você governador. Inauguramos a Praça Saudável e o senhor não pode comparecer. Inauguramos a unidade de saúde do Caic, investimento do seu segundo mandato que demos continuidade, e o senhor também não pode comparecer. Em janeiro falamos dessa obra do canal e o senhor nos disse das dificuldades. Mas com toda a sua sabedoria e competência está lançando uma obra importante em um momento crucial, pois além da crise, vivemos o impacto da tragédia da Samarco. Por toda essa sabedoria, que digo que o senhor é o governador e eu sou o simples prefeito”.

IMG_9320O deputado Edson Magalhães aproveitou para explicar que o convênio da cessão do terreno para a Apae não foi assinado hoje porque ainda falta um documento no processo, mas que em breve sairá a doação. Ainda agradeceu a receptividade dos presentes e o carinho do governador por Guarapari. “Paulo Hartung é um excelente gestor, é um grande um administrador e mais, encontrei nele um amigo. Somos parceiros principalmente se for pelo bem da nossa cidade”. O governado encerrou com seu grito característico: “Viva Guarapari, viva o Espírito Santo”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

coronavac-instituto-butantan

Guarapari abre novo agendamento de segunda dose da Coronavac para profissionais da saúde

?

Anchieta promove 1º Mostra Cultural Aldir Blanc com apresentações on-line

Anúncio

Anúncio

temporada_de_inverno-es-2021-06-24

Governo do Estado entrega site sobre turismo capixaba, oficinas e novo circuito turístico

Setur lançou um conjunto de oficinas para o setor de turismo

situacao_de_rua_2021-06-23

Situação de Rua: o que pensam organizações de Guarapari que trabalham com essa população

Em Guarapari, parte da população têm notado um aumento de pessoas que encaram essa condição

Anúncio

Capacetes Elmo

Espírito Santo recebe doação de 158 capacetes ELMOs para pacientes com Covid-19

xepa vacina

Governo do Estado cria regras para “xepa” das vacinas nas cidades do ES

Orientação da Sesa é que as doses excedentes sejam utilizadas em quem pertence ao grupo contemplado ou para as pessoas da faixa etária seguinte

Anúncio