Anúncio

Grupo que reúne mães de crianças com deficiência completa 4 anos de luta em Guarapari

O “Colorindo Sonhos”, idealizado em 2016 por Rose Toledo, conta, hoje, com cerca de 140 mães que lutam por acessibilidade, qualidade de vida e direito ao lazer para crianças e adolescentes com deficiência

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 24 de julho de 2020 às 10:40
Atualizado em 24 de julho de 2020 às 17:26

Anúncio

O grupo promove encontros para mostrar à sociedade que essas crianças e adolescentes existem e precisam ter acesso a todos os espaços. Foto: Arquivo Pessoal

Em julho de 2016, inspirada por histórias que conheceu através de reportagens, Rose Toledo, mãe de Davi, teve a ideia de reunir mães de crianças portadoras de deficiência em Guarapari. Assim, o que seria um encontro pontual transformou-se no “Colorindo Sonhos”, um grupo que, há quatro anos, oferece amparo a mais de 140 famílias do município. 

Segundo Rose, a ideia era apenas promover um passeio e um piquenique entre mães e filhos, mas isso tornou-se muito maior. “A ideia era ir para a rua e mostrar à sociedade que essas crianças e adolescentes existem. Então, surgiu o ‘Colorindo Sonhos’, que luta por acessibilidade, lazer e qualidade de vida para crianças com deficiência”, relata. 

Coordenadoras do grupo. Da esquerda para direita: Nádia, Desirée, Shirlei e Rose. Foto: Arquivo Pessoal

Hoje, o grupo, coordenado por Rose, ao lado de Shirlei do Nascimento, Desirée Meriguete e Nádia Luciana Doná, conta com cerca de 140 mães e tenta ajudá-las com cestas básicas, muletas, cadeiras de roda e medicamentos necessários para o tratamento dos filhos. “Muitas das mães são carentes e precisam não apenas de ajuda financeira, como também de acesso à informação. Precisam ser informadas de seus direitos”, explica Rose. 

Para as demais coordenadoras, embora o grupo seja fruto de esforços coletivos, tudo só é possível graças à Rose. “Apesar de trabalhar, cuidar do filho, que é diagnosticado com uma deficiência de grau elevado, e lidar com os próprios problemas, Rose ainda encontra tempo para doar ao próximo. A porta da casa dela está sempre aberta e ela não mede esforços para ajudar alguém. Por isso, brinco que, quando crescer, quero ser igual a ela. Ao longo desses quatro anos, passamos por muitas alegrias, mas também muitas perdas, e já tivemos vontade de desistir. Nesses momentos, o que nos motivou a seguir em frente foi o amor e dedicação de Rose”, declara Shirlei.

Rose Toledo, idealizadora do Colorindo Sonhos, e o filho, Davi, de 8 anos. Foto: Arquivo Pessoal

Para Desirée, Rose é um exemplo de força e empatia. “Ela está sempre disposta a ajudar o próximo, não importa por quais dificuldades esteja passando. A força dela é admirável. Acredito que o Davi seja a fonte de toda essa força, que a faz acordar todos os dias e se doar tanto ao outro”. 

Nádia, coordenadora que entrou para o grupo em 2018, afirma que aprendeu com Rose a exercitar empatia. “Quando eu estava fechada em meus problemas, pareciam que eram os maiores do mundo. Estar no grupo me permitiu enxergar que há muito além de mim e ajudar outras mães alivia a minha própria dor. A Rose é a base de tudo, nossa referência. A dedicação dela é inspiradora, porque dentre nós quatro, ela é, provavelmente, a que enfrenta mais dificuldades no tratamento do filho e, mesmo assim, oferece amor, disponibilidade e carinho a todas nós. Ela é uma guerreira”, finaliza. 

Serviço:

Facebook: https://www.facebook.com/colorindosonhosguarapari/

Instagram: https://www.instagram.com/colorindosonhosguarapari/

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

74-mapa-de-risco-covid-19-1

Governo do Espírito Santo divulga 74º Mapa de Risco Covid-19

amarelo-setembro-2021-09-24

Ação em Guarapari busca conscientizar sobre importância da saúde mental

Ação acontece neste sábado (25), no Centro da cidade

Anúncio

Anúncio

Foto: Reprodução/Pixabay

Câmara derruba veto e promulga lei contra nomeação de condenados por violência contra a mulher em Guarapari

Pfizer-COVID-19-Vacine

Ação de vacinação gera dúvidas; prefeitura de Guarapari esclarece

Anúncio

filhos procuram pai21

Sem encontrar o pai há mais de 30 anos, filha busca notícias em Guarapari

A família morava no município até a separação do casal; a mãe foi com os filhos para o Rio de Janeiro

pfizer

Pfizer: Guarapari faz ação com 12 mil doses para imunizar diversos grupos contra Covid-19

Imunização acontece amanhã (25) em Unidades de Saúde do município

Anúncio