Anúncio

Guarapari 127 anos: “Filho de Meaípe” sonha com urbanização da orla local

Por Carolina Brasil

Publicado em 22 de setembro de 2018 às 15:00
Atualizado em 21 de setembro de 2018 às 15:56
Anúncio

O administrador e chef de cozinha Leonardo Vieira cresceu com os pés na areia, enquanto os pais construíam a tradição e o excelente conceito do restaurante da família. Ele é mais um dos nossos personagens desta semana especial em comemoração ao aniversário de 127 anos de emancipação política da cidade.

O administrador e chef de cozinha sonha com a urbanização da orla onde cresceu e vive. Fotos: Arquivo/Folha da Cidade.

Filho de Nhozinho Matos e Idalina Vieira, fundadores do Restaurante Gaeta, em Meaípe, Leonardo Vieira já herdou o sonho que é do pai e, ouso dizer, também de todos os moradores do balneário. “Há anos Meaípe espera uma urbanização da orla. Esse seria um presente que eu daria para a cidade, assim como aconteceu em Iriri e Maguinhos, exemplos de balneários parecidos, que se reinventaram, mantendo esse clima bucólico. Eu acredito que seria uma virada de página”, contou o administrador e chef de cozinha dizendo que a família contribui com o que faz de melhor e potencializando um dos destaques locais, a culinária.

Leonardo, rodeado pela família e pela moqueca capixaba.

Parece óbvio que Leonardo, de 35 anos, se voltasse para o negócio da família. Entretanto, antes, ele se formou em administração e gastronomia, atuando em empresas do mercado. “Eu tinha um sonho desde criança de fazer administração, depois de dois anos recebi o convite do Chef Juarez Campos para fazer gastronomia. Após assistir uma aula experimental, me matriculei e fiz o curso, foi uma experiência única”, descreveu. Porém, como “o bom filho a casa torna”, Leonardo passou a aplicar adquiridas no restaurante os conhecimentos e as experiências de fora. “Aos poucos, depois de muito convencimento, consegui inserir e mudar alguns processos na cozinha, por exemplo, mostrando para o meu pai que determinada coisa também era boa e até melhor do que o praticado. Hoje também ajudo meu irmão, Léo Vieira, na parte administrativa”.

Para ele, que nasceu em Guarapari e sempre viveu em Meaípe, presente no dia a dia do restaurante, pés na areia e banho de mar, é orgulho poder escrever, ao lado do irmão, os atuais e os próximos capítulos de uma história que já passa dos 50 anos. “Sabemos do peso, da tradição e do conceito que o Restaurante Gaeta tem. Nosso desafio é manter disso para melhor, para isso a gente conta com a experiência dos nossos pais que continuam atuando, e graças a Deus essa relação é muito boa”, finalizou ele lembrando que todos os laços de amizade que tem são de Meaípe, que se sente enraizado e não trocaria o local por nenhum outro.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Hifa Dia das Crianças

Hifa Guarapari e grupo “Cheios da Graça” realizam ação em prol do Dia das Crianças

O objetivo é arrecadar lápis, lápis de cor, giz de cera, canetinha colorida, apontador, gibis, livrinhos passatempos de palavras cruzadas e caça palavras

Ideb-11072019

Educação de Guarapari destaca-se como melhor Ideb entre os municípios da região metropolitana

Anúncio
Anúncio
praia cheia feriado

Qual é a verdadeira vocação turística de Guarapari, hoje?

imagem para o artigo

Artigo: É possível realizar divórcio online?

Anúncio
upaa-550x413

Cidade Saúde completa 129 anos e profissionais da UPA Guarapari falam sobre enfrentamento à pandemia

Os profissionais da saúde acreditam que esse é um momento passageiro e, em breve, datas como essa poderão voltar a ser comemoradas coletivamente

verão-550x367

Covid-19: Guarapari é classificada como “Risco Baixo”; o município tem 3.198 casos confirmados

O ES tem três municípios em risco moderado e 75 em risco baixo. Não há mais municípios em risco alto

Anúncio