Anúncio

Guarapari: Morte de urubus chama atenção de moradores de Meaípe

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 6 de maio de 2020 às 17:14

Anúncio

Vídeo gravado por um morador da região registra mais de 30 aves mortas em um lixão clandestino

Guarapari: Morte de urubus chama atenção de moradores de Meaípe

Imagem retirada do vídeo feito ontem (05), em Meaípe. Foto: Leitor

Um vídeo gravado na tarde de ontem (05), no bairro Meaípe, em Guarapari, registra uma situação inusitada: mais de 30 urubus mortos em um lixão clandestino. Na filmagem, é possível ver que as aves encontram-se próximas umas das outras. Diante do fato, moradores da região questionam autoridades: trata-se de um fenômeno ambiental? 

“É uma questão de saúde pública”, afirma Gláucio Luiz Alves da Silva, que trabalha com apicultura. Ele conta que avistou as primeiras aves mortas facilmente, pois estão a apenas 5 metros do asfalto, próximo ao contorno, em Meaípe. “O fedor entrega, as pessoas têm que passar pelo local com as janelas do carro fechadas para que o cheiro não fique dentro do veículo”, relata.   

Quando adentrou a vegetação, o apicultor surpreendeu-se com um número ainda maior de urubus mortos. “Devem ser mais de 30, ao todo”. Impressionado com a situação e buscando respostas de autoridades da área ambiental, Gláucio resolveu chamar um amigo para filmar o local. 

“Ali funciona um lixão clandestino, onde as pessoas começaram a descartar de um tudo, de maneira irregular. Não sabemos se é um fenômeno natural ou se a morte pode ter sido causada por algo que comeram, o fato é que alguma coisa aconteceu e gostaríamos de saber o quê”, afirma o apicultor. Gláucio ainda chama atenção para o desequilíbrio que as mortes podem causar: “Com tantas aves adultas mortas, diversos filhotes estão nos ninhos aguardando o alimento que não chegará e nós sabemos que a natureza precisa de equilíbrio”. 

Diante do ocorrido, buscamos a Prefeitura de Guarapari para questionar: O Município tem conhecimento do ocorrido? Algo já foi ou será feito a respeito do fato? Há hipóteses ou certeza sobre o que possa ter gerado a morte das aves? Trata-se de um fenômeno natural? Se sim, como pode ser explicado? 

Em nota, o Executivo respondeu: 

“A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura – Semag entrou em contato com a CODEG e já realizou a limpeza do local.

Não há certezas sobre o fato da morte dos animais. No local, existia fragmentos de resíduos que poderiam estar contaminados, levando a óbito os animais.”

Confira o vídeo feito no lixão clandestino, onde as aves foram encontradas: 

Texto: Nicolly Credi-Dio 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

20220811_123246564_iOS

Rede Meridional pretende montar Pronto Atendimento no Espaço Saúde, em Guarapari

DemonstraÁ¿o do uso da urna eletrÙnica para as eleiÁ¿es de 2006.

Requerimento para voto em trânsito pode ser feito até o dia 18 por eleitores de Guarapari e outras cidades

Anúncio

Anúncio

whatsapp-image-2022-08-11-at-15-59-38

Prefeitura de Guarapari reforça vacinação em crianças e adolescentes nas escolas da rede municipal

FolhaOnline-FotoFamílias

Guarapari: conheça três histórias diferentes unidas pelo amor de pai para filho

Anúncio

coluna-antonio-14ago

Coluna Dom Antônio: Feira do artesanato todos os domingos no Mercado do Produtor Rural de Guarapari

av-dr.-roberto-calmon-2022

Véspera de Dia dos Pais estimula comércio em Guarapari

Anúncio