Anúncio

Guarapari: Morte de urubus chama atenção de moradores de Meaípe

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 6 de maio de 2020 às 17:14
Atualizado em 13 de maio de 2020 às 12:19
Anúncio

Vídeo gravado por um morador da região registra mais de 30 aves mortas em um lixão clandestino

Imagem retirada do vídeo feito ontem (05), em Meaípe. Foto: Leitor

Um vídeo gravado na tarde de ontem (05), no bairro Meaípe, em Guarapari, registra uma situação inusitada: mais de 30 urubus mortos em um lixão clandestino. Na filmagem, é possível ver que as aves encontram-se próximas umas das outras. Diante do fato, moradores da região questionam autoridades: trata-se de um fenômeno ambiental? 

“É uma questão de saúde pública”, afirma Gláucio Luiz Alves da Silva, que trabalha com apicultura. Ele conta que avistou as primeiras aves mortas facilmente, pois estão a apenas 5 metros do asfalto, próximo ao contorno, em Meaípe. “O fedor entrega, as pessoas têm que passar pelo local com as janelas do carro fechadas para que o cheiro não fique dentro do veículo”, relata.   

Quando adentrou a vegetação, o apicultor surpreendeu-se com um número ainda maior de urubus mortos. “Devem ser mais de 30, ao todo”. Impressionado com a situação e buscando respostas de autoridades da área ambiental, Gláucio resolveu chamar um amigo para filmar o local. 

“Ali funciona um lixão clandestino, onde as pessoas começaram a descartar de um tudo, de maneira irregular. Não sabemos se é um fenômeno natural ou se a morte pode ter sido causada por algo que comeram, o fato é que alguma coisa aconteceu e gostaríamos de saber o quê”, afirma o apicultor. Gláucio ainda chama atenção para o desequilíbrio que as mortes podem causar: “Com tantas aves adultas mortas, diversos filhotes estão nos ninhos aguardando o alimento que não chegará e nós sabemos que a natureza precisa de equilíbrio”. 

Diante do ocorrido, buscamos a Prefeitura de Guarapari para questionar: O Município tem conhecimento do ocorrido? Algo já foi ou será feito a respeito do fato? Há hipóteses ou certeza sobre o que possa ter gerado a morte das aves? Trata-se de um fenômeno natural? Se sim, como pode ser explicado? 

Em nota, o Executivo respondeu: 

“A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura – Semag entrou em contato com a CODEG e já realizou a limpeza do local.

Não há certezas sobre o fato da morte dos animais. No local, existia fragmentos de resíduos que poderiam estar contaminados, levando a óbito os animais.”

Confira o vídeo feito no lixão clandestino, onde as aves foram encontradas: 

Texto: Nicolly Credi-Dio 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Guarapari registra mais duas mortes e totaliza 85 óbitos pela Covid-19

As vítimas fatais da doença residiam nos bairros Coroado e Santa Mônica

Imagem prioridade de tramitação - artigo Larissa

Artigo: Prioridade de tramitação nas execuções de honorários advocatícios

Anúncio
Anúncio
Casagrande

Governo do ES divulga 17º Mapa de Risco da Covid-19

O mapa terá vigência entre a próxima segunda-feira (10) e o domingo (16)

elder happy greeting with gift box present from his son sitting in living room.

Pandemia exige criatividade para comemorar Dia dos Pais

Confira dicas para celebrar a data durante o período de isolamento social

Anúncio
corona

Covid-19: 24 novos casos em Guarapari; Alfredo Chaves registra mais um óbito

Guarapari totaliza 2.174 casos confirmados e 83 óbitos, já Alfredo Chaves contabiliza 284 confirmações e 05 óbitos

cristian1

Cantor de Guarapari lança terceiro CD com participação de Alemão do Forró

Anúncio