Anúncio

Guarapari sedia curso de preparação para pretendentes à adoção

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 25 de março de 2019 às 09:36
Atualizado em 25 de março de 2019 às 09:36
Anúncio

A ação é direcionada para aqueles que já ajuizaram a pretensão nas Comarcas de Guarapari, Anchieta, Alfredo Chaves, Piúma, Iconha, Itapemirim, Marataízes e Presidente Kennedy.

Imagem Ilustrativa. Divulgação/TJES

O Programa de Preparação para Postulantes à Adoção será realizado nessa terça (26) e quarta-feira (27), na Comarca de Guarapari. Os encontros acontecem das 12 às 18 horas, no Auditório do Ministério Público. A ação será direcionada para pretendentes à adoção das Comarcas de Guarapari, Anchieta, Alfredo Chaves, Piúma, Iconha, Itapemirim, Marataízes e Presidente Kennedy.

O curso será desenvolvido pela equipe técnica da Central de Apoio Multidisciplinar (CAM/Guarapari), que abrange a 7ª Zona Judiciária, em parceria com a Equipe Interprofissional da Vara Especializada da Comarca e com o apoio da rede municipal de proteção à criança e ao adolescente, através da Secretaria Municipal de Assistência Social de Guarapari.

A formação é obrigatória para as pessoas que desejam adotar e já ajuizaram ação de habilitação para adoção nas Comarcas abrangidas, sendo um pré-requisito para a inscrição no Cadastro Nacional de Adoção (CNA). Durante a formação, serão abordados temas como: Direito à Convivência Familiar e Comunitária, o papel do afeto no seu desenvolvimento, Acolhimento Institucional, Destituição do Poder Familiar, Habilitação Para Adoção, o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), Adoção, Estágio de Convivência, Responsabilidade Parental, entre outros.

O evento contará com a contribuição dos assistentes sociais e psicólogos das equipes do Judiciário, técnicos que trabalham com acolhimento institucional na Comarca de Guarapari e membro do Grupo de Apoio à Adoção “Gerando Com Coração”, que atua no município.

Além de constituir pré-requisito à habilitação para adoção, o curso é uma oportunidade para os postulantes aprofundarem seus conhecimentos e refletirem sobre temas como a adoção tardia. Para a equipe da CAM/Guarapari, o curso tem ainda um efeito multiplicador no sentido de disciplinar com rigor a matéria e esclarecer sobre os possíveis danos relacionados às adoções ilegais.

Saiba mais

O primeiro passo para adotar é procurar o Juizado da sua cidade para solicitar sua inscrição para habilitação para adoção, para o qual, inicialmente, não é necessária a assistência de advogado ou defensor.

Em seguida, o interessado deverá apresentar a documentação solicitada, aguardar ser intimado para a participação no curso, se submeter a avaliação psicossocial e aguardar o deferimento ou indeferimento pela autoridade judiciária.

Após a sentença judicial que determina a inserção no cadastro, o pretendente deverá esperar a oportunidade de conhecer uma criança ou adolescente com o perfil desejado.

  • Com informações da Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES / Texto: Elza Silva (com informações de Victor Hugo da Silva)

Anúncio
Anúncio

Veja também

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

Anúncio
Anúncio
homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

Anúncio
cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari

Foto: Reprodução

Coronavírus faz mais duas vítimas em Guarapari; São 11 óbitos e 240 casos confirmados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (31)