Anúncio

Juíza repassa R$ 500 mil de ação contra Codeg para Apae e Recanto dos Idosos

Por Glenda Machado

Publicado em 8 de setembro de 2017 às 18:01
Atualizado em 8 de setembro de 2017 às 17:40
Anúncio

Uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Estadual contra a Companhia de Melhoramentos e Desenvolvimento Urbano de Guarapari (Codeg) em 2009 resultou em uma grande ação do bem para duas entidades do município.

É que a Apae e o Recanto dos Idosos serão beneficiadas com o valor acumulado de uma multa de R$507.252,17. O valor, pago pela Codeg de acordo com a Juíza da 1ª Vara da Justiça do Trabalho de Guarapari, Ana Paula Luz, foi em razão de denúncias de contratação  de empregados sem concurso público, bem como, em razão da cessão irregular de empregados para outros órgãos, sem autorização em lei. Na decisão, dentre outras obrigações, a companhia foi condenada a pagar indenização pelos danos morais coletivos praticados.

“O valor arrecadado foi integralmente disponibilizado a duas instituições sem fins lucrativos do Município de Guarapari, em partes iguais. Consta da decisão proferida na Ação Civil Pública que a condenação por danos morais coletivos possui uma função compensatória de reparação e também possuindo um caráter repressivo e pedagógico. O valor deve ser destinado a beneficiar a  localidade onde ocorreu a violação à Constituição Federal”, disse em entrevista ao FolhaOnline.es

Ainda de acordo com a juíza as instituições foram escolhidas pelo fato de se situarem no Município de Guarapari, sem fins lucrativos, e voltadas ao atendimento de crianças e idosos. A verba será aplicada para melhor acomodação das pessoas atendidas por essas instituições, além do gasto com educação, alimentação, vestuário e cuidados médicos. “Na audiência realizada no dia 19 de julho de 2017  as representantes das instituições foram nomeadas responsáveis pela quantia,  comprometendo-se a destinar o valor recebido na execução de obras e compra de mobiliário, equipamentos, papelaria e insumos voltados à alimentação, higiene e saúde”, completou Ana Paula Luz. As instituições deverão ainda prestar contas do valor  disponibilizado no prazo de seis meses.

Motivo de alegria para a presidente da Apae, Luciane Cerutti, que se emociona ao falar que foi um grande presente para continuidade e finalização da tão aguardada sede da entidade. “Ficamos muito felizes com essa decisão e só temos a agradecer a Juíza Ana Paula e a justiça do Trabalho pela iniciativa. Como o valor já foi depositado em conta compramos boa parte do material para a obra e agora podemos dizer que até o fim do ano estaremos em nossa nova sede”, disse a presidente da instituição.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Ambulante em Anchieta

Anchieta começou hoje (4) cadastro de ambulantes para atuar no verão

Cadastramento começou hoje (2) e vai até a próxima terça-feira (8)

chuva

Inpe emite aviso de chuvas fortes e vendaval para as cidades de Alfredo Chaves e Anchieta

Temperaturas seguem altas, entretanto

Anúncio
Anúncio
CasadeApoio

Casa de Apoio completa um mês com 70 famílias atendidas em Guarapari

A ONG “Amigos no Bem” inaugurou a Casa de Apoio Matheus Garcia no dia 31 de outubro

CTPS-VAGAS

Empresa de móveis tem vagas de emprego em Guarapari e Vitória

Vagas são para Projetista, Montador e Auxiliar Administrativo

Anúncio
salva vidas1

Ação solidária busca ajudar família de salva-vidas de Guarapari

O futevôlei solidário acontece amanhã (05) na Praia do Morro

fachada jayme

ES: Hospital abre mais de 140 oportunidades de emprego

Anúncio