Anúncio

Leitores flagram possíveis focos de dengue em Guarapari

Por Livia Rangel

Publicado em 6 de dezembro de 2016 às 17:47
Atualizado em 6 de dezembro de 2016 às 17:48

Anúncio

Todos os anos, no período de verão, aumentam os casos de dengue em todo o Brasil. Desde 2015, a preocupação ficou ainda maior com os surtos de outras doenças causadas pelo Aedes aegypti, como a zika (cuja relação com os casos de microcefalia em bebês já foi comprovada), e a febre chikungunya.

Contudo, parte da população de Guarapari parece estar alheia a esses riscos, mantendo depósitos de água parada em suas residências. Esses locais podem se transformar em perigosos focos do mosquito, causando riscos não só a quem mora lá, como aos vizinhos também. Nos últimos dias, a reportagem do Folha da Cidade recebeu diversas fotos flagrando esses casos. Veja abaixo:

Um turista que está passando alguns dias na cidade foi um dos que entraram em contato para denunciar. “Desde que eu cheguei, observei que casa vizinha está com a caixa d’água sem a tampa. Entrei em contato no sábado passado com o responsável pelo aluguel da casa que está desocupada e informei a situação, mas até agora não tomaram nenhuma providência. A tampa está caída no terreno ao lado, que parece que é da mesma pessoa”, informou o homem que não quis se identificar.

Segundo ele, o problema é antigo. “Um vizinho reclamou que a caixa está aberta há vários dias e ele também tentou denunciar, mas não teve sucesso”.

Procuramos a Prefeitura de Guarapari, por meio da Assessoria de Comunicação, sobre como denunciar casos como este. Em resposta, ela afirmou em nota que a Vigilância Ambiental, através do Programa Municipal de Combate a Dengue, faz a identificação dos pontos críticos para proliferação do Aedes aegypti, realiza a eliminação dos criadouros e/ou tratamento dos mesmos.

“Quanto aos imóveis fechados, que também estiverem em situação crítica e o responsável não for encontrado, o CCZ encaminha os pontos críticos identificados à Secretaria de Fiscalização para notificação e multa, em respeito ao citado no Capítulo lll, do art.51 ao art.57, da Lei Municipal 1258/1990”, completa.

As denúncias podem ser feitas diretamente ao CCZ pelos números (27) 3262-1456/1271 ou 0800-2839-543.

FAÇA SUA PARTE!

Para prevenir a dengue, a zika e a febre chikungunya é preciso adotar medidas de combate ao mosquito Aedes aegypti, como:

Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

Tirar água dos vasos de plantas;

Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;

Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis, caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

eduardo-junho-vermelho-doacao-de-sangue

Junho Vermelho: em Guarapari ações e campanhas incentivam doação de sangue

Trabalho visa contribuir com difícil tarefa do Hemoes*

gabriel-musica-2021-06-19

Dia do Orgulho Autista: conheça o cantor de Guarapari, Gabriel da Silva Carvalho

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2021-06-18-at-13.15.02

Artigo: uma Guarapari diferente por usar melhor os seus templos ociosos

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES abre 101 vagas em cursos presenciais, com oportunidades para Anchieta

Anúncio

IMAGEM-DE-DESCRIÇAO-DO-ARTIGO

Artigo: empréstimo consignado não autorizado; como cessar descontos e pedir indenização

bicicleta-ciclismo-pixabay-2021-06-19

Espírito Santo tem média de cinco bicicletas furtadas por dia

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que o índice caiu em comparação ao ano passado

Anúncio