Anúncio

Manifestação de rodoviários de Guarapari segue e ônibus podem ter frota reduzida a partir de amanhã (16)

Por Gislan Vitalino

Publicado em 15 de janeiro de 2022 às 15:00

Anúncio

Manifestação de rodoviários de Guarapari segue e ônibus podem ter frota reduzida a partir de amanhã (16)
Foto: reprodução.

Na última terça-feira (11), os funcionários da Expresso Lorenzutti, empresa responsável pela concessão do transporte coletivo municipal, definiram por iniciar um estado de greve, que pode resultar na redução da oferta dos ônibus caso a empresa não apresentasse resposta às demandas dos funcionários pelo pagamento em dia dos salários acordados. Segundo o membro da diretoria do sindicato responsável, Enis Gordin, a manifestação está mantida e a greve tem início a partir deste domingo (16).

Na tarde desta sexta-feira (14), Enis Gordin, diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Guarapari (Sintrovig), frisou que a categoria não teve retorno por parte da empresa. “Até o momento, os funcionários não tiveram nenhuma resposta dos pontos apresentados e a negociação não avançou”, explicou o diretor.

Manifestação de rodoviários de Guarapari segue e ônibus podem ter frota reduzida a partir de amanhã (16)

Após a publicação do edital de greve, a legislação prevê um prazo de 72h para realização da paralização ou redução do fornecimento do serviço em movimento de greve. Segundo o representante do sindicato, o prazo se conclui neste sábado (15), possibilitando a redução do serviço a partir de domingo (16). Entretanto, como o transporte público já possui frota reduzida aos domingos, a população deve notar o movimento de greve na próxima segunda-feira (17).

Manifestação de rodoviários de Guarapari segue e ônibus podem ter frota reduzida a partir de amanhã (16)

O que diz a Expresso Lorenzutti?

Na ocasião do comunicado de greve, a empresa Expresso Lorenzutti divulgou um comunicado em que se posiciona sobre a manifestação. Confira abaixo a reprodução do comunicado na íntegra.

Ressaltamos que os representantes da empresa estiveram reunidos com o Secretário de Transportes do Município Luiz Carlos Cardozo, em 20/12/2021, e  os representantes do Sindicato SINTROVIG, e com ocasião em que a empresa reiterou que  vem passando por dificuldades financeiras tendo em vista que o custo operacional do sistema é superior a receita auferida em decorrência de dois fatores principais:

A concorrência ruinosa que vem sofrendo por conta de VANS que realizam o transporte clandestino no Município de Guarapari e a falta de reequilíbrio econômico e financeiro do contrato, e que não mediria esforços para regularizar entre as medidas a solicitação ao Município através de processo administrativo para realizar a compra/aquisição de créditos de vale transporte, recurso esse que seria utilizado na sua totalidade para pagamento de salário e/ou benefícios.

Importante destacar que a empresa não comunga com esse tipo de manifestação, visto que a paralisação ocasiona transtorno a operação do serviço e aos usuários do transporte de passageiros, bem como causa prejuízo financeiro a empresa e inclusive tem vendido patrimônio para quitar salários e benefícios”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Rampa-voo-livre-de-Cachoeira-Alta-Alfredo-Chaves_WR-2021-06-08

Campeonato de voo livre começa amanhã (27) em Alfredo Chaves

Atletas disputarão pontos para a 4ª etapa do Capixaba de Parapente 2022

Programa_de_Estágio_Vale_-_foto_Salviano_Machado_1

Vale abre inscrições para estágios com mais de 130 vagas no ES

Os selecionados terão bolsa auxílio que pode passar de R$ 1.300, além de outros benefícios

Anúncio

Anúncio

seminario_sindicig_petroleo_e_gas-2022-05-25-9

Seminário levanta oportunidades e caminhos para integrar Guarapari ao setor de petróleo e gás

A iniciativa do Sindicig reuniu lideranças deo setor, empresários locais e estudantes do Ifes

curso-agentes-da-guarda1

Lei garante Guarda Municipal armada em Anchieta

Anúncio

Brecho-APAE-2-1024x769-cover2

Brechó da Apae Guarapari necessita de doações de roupas masculinas

Os valores arrecadados com as vendas serão revertidos para Apae

print_dyogenes2-2022-04-120cover

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

Anúncio