Anúncio

Mapa Covid-19 ES: Mais três cidades em Risco Moderado; Guarapari continua como “Baixo”

Por Carolina Brasil

Publicado em 21 de novembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 22 de novembro de 2020 às 16:01

Anúncio

32º Mapa de Risco do ES. Imagem: Reprodução

Ontem (20), o Governo do Estado anunciou a atualização do Mapa de Risco Covid-19, que vale a partir da próxima segunda-feira (23) e até o domingo (29). Em comparação com a avaliação anterior, mais três municípios entraram para o Risco Moderado totalizando cinco: Barra de São Francisco, Cariacica, Ecoporanga, Viana e Vitória. O restante, que inclui Guarapari e mais 72 cidades, permanecem em Risco Baixo. Neste 32º mapa, também não há município em Risco Alto.

Mudanças

O governador Renato Casagrande divulgou novas restrições em algumas atividades sociais e informou que, nesta nova etapa da pandemia, as medidas para conter o avanço da doença poderão ser alteradas a cada semana.

De imediato, a alteração acontece no horário de fechamento de bares e restaurantes dos municípios classificados em Risco Moderado, que poderão funcionar de segunda a sábado até as 22h e aos domingos até as 16h. Além disso, muda também as regras para a realização de eventos corporativos; permitidos, agora, para até até 300 pessoas.

Outra mudança é a suspensão das aulas presenciais nesses munícipios – Barra de São Francisco, Cariacica, Ecoporanga, Viana e Vitória – a partir de segunda-feira (23). Essas restrições deixam de vigorar caso a cidade volte ao grau ‘baixo’ de risco.

Matriz e Mapa de Risco

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

*Com informações do Governo do Estado e Folha Vitória

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2021-03-05-at-11.50.30

Reivindicação de comunidade sobre trecho da BR-101 em Guarapari será analisada em revisão quinquenal

Projeto, de responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), será executado pela Eco-101. Próxima revisão deve acontecer em 2023

mulheres_conselho_municipal

Dia Internacional da Mulher será memorado com atividades nos Cras de Guarapari

Atividades voltadas para as mulheres atendidas acontecerão nos Centros de Referência e Assistência Social de Olaria, Santa Mônica e São José

Anúncio

Anúncio

odalva_vasconcelos2

Vítima de complicações da Covid-19, Odalva Vasconcelos, do Lions Clube Guarapari, faleceu na noite de ontem (5)

Conhecida por sua generosidade, Odalva veio a falecer por complicações da Covid-19

qualificar_es_mulheres

Qualificar ES abre 5 mil vagas para mulheres em cursos online gratuitos

As inscrições serão abertas na próxima segunda-feira (08) com 10 opções de cursos on-line e gratuitos

Anúncio

mapa-de-risco-05032021

47º Mapa de Risco Covid-19: Piúma deixa risco alto e Guarapari segue em risco moderado

Nas redes sociais, Renato Casagrande alertou a população para a necessidade de cumprir os protocolos sanitários e de distanciamento

cv__2918_claudio_vieira

Projeto social de Guarapari promove festival de pipas no bairro Kubitschek

O projeto, criado por quatro amigos, existe há um ano e meio

Anúncio