Anúncio

Mar causa mais destruição na orla de Meaípe e prefeitura estuda plano emergencial

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 14 de agosto de 2017 às 12:25
Atualizado em 14 de agosto de 2017 às 12:25

Anúncio

As ondas do mar destruíram mais um pedaço do que ainda restava da orla de Meaípe neste fim de semana. O momento mais crítico foi no começo da noite de ontem (13) quando várias árvores e parte da rua que margeia a praia foram derrubadas.

Os moradores e comerciantes do bairro estão em estado de alerta e para chamar a atenção das autoridades, programaram para a manhã desta segunda-feira (14) uma manifestação na orla. Mas o movimento não foi necessário porque logo nas primeiras horas vários técnicos e secretários da prefeitura de Guarapari estavam no local para verificar os estragos da noite anterior e discutir soluções emergenciais para o problema.

O rastro de destruição causado pelas ondas do mar assustou que passava pelo local. Foto: João Thomazelli/folhaonline.es

“O que faremos de imediato é interditar a rua que passa na beira mar para evitar que as pessoas se machuquem. O risco aqui ainda é muito grande, principalmente porque a água vai minando por baixo e podemos ter deslizamentos a qualquer momento”, explicou a secretária de fiscalização Cláudia Martins.

Já o Secretário de Obras, Emanuel de Oliveira, explicou que emergencialmente a prefeitura vai começar a trabalhar em um muro de contenção.

“Neste primeiro momento vamos focar em reconstruir o murro de arrimo, fazendo um muito mais robusto e resistente do que este que existia. É nisso que vamos focar agora para evitar que a erosão continue. Vamos avaliar se a colocação de pedras é viável agora, mas o mais importante neste momento é refazer o muro de arrimo”, explicou o secretário.

De acordo com os cálculos da secretaria de obras, até a semana passada seria necessário a reconstrução de 65 metros de muro de arrimo. Depois dos estragos deste fim de semana, este cálculo foi alterado para 125 metros.

Cerca de 125 metros de muro de arrimo foram destruídos com a ressaca do fim de semana. foto: João Thomazelli/folhaonline.es

“Neste momento não importa apontar culpados, precisamos nos unir para buscar soluções imediatas para este problema. Não queremos uma obra maravilhosa, mas queremos uma obra de preservação do local, pois é uma situação de risco, pois a situação está colocando as pessoas em risco. Este é um caso de segurança. Tem uma escola aqui em frente e as crianças saindo vão passar aqui no local. Está perigoso para todos que vivem ou trabalham. Hoje nós não vamos fazer manifestação, mas continuaremos monitorando a situação e se algo não for feito logo, nós vamos nos mobilizar cobrar”, explica Marlene Selda Amado, presidente da Associação de Moradores de Meaípe.

Previsão de mar agitado até quarta-feira

O mar deve continuar agitado em todo o litoral da região Sudeste até pelo menos a próxima quarta-feira (16). Para a tarde desta segunda, são esperadas ondas de quatro a seis metros no litoral capixaba.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

quiosque praia do morro11

Guarapari abre licitação para manutenção dos quiosques recém-reformados na Praia do Morro

Os serviços custarão mais de R$ 450 mil

rematricula

Termina amanhã (30) o período para rematrícula na Rede Estadual de Ensino do ES

Anúncio

Anúncio

onibus_lorenzutti_guarapari

Duas linhas de ônibus que atendem a zona rural de Guarapari terão alteração de itinerários

Breno natação11

Nadador de Guarapari conquista quatro ouros e uma prata nas Paralimpíadas Escolares 2021

Anúncio

rifa-beneficente-pedrovidal1

Adolescente de Guarapari com cirurgia em atraso recebe apoio e novo prêmio para rifa

compras_natal_1-770x470

Natal Premiado com R$ 15 mil de premiação em Anchieta

Anúncio