Anúncio

Ministério Público denuncia presidente da Câmara por improbidade

Por Livia Rangel

Publicado em 30 de agosto de 2012 às 00:00
Atualizado em 27 de janeiro de 2015 às 16:37
Anúncio

O Ministério Público do Espírito Santo ofereceu denúncia por improbidade administrativa contra o prefeito de Ecoporanga, Elias Dal Col; o presidente da Câmara de Guarapari, José Raimundo Dantas, servidores públicos e representantes da empresa KMD. Eles são acusados de manipular resultado de licitações públicas em municípios do interior do Estado. O esquema foi desmontado em 2010, com a operação Ramá.

Segundo o MPES, a ação consistia em colocar pessoas ligadas por laços afetivos e/ou profissionais nas comissões de licitações dos municípios, em especial em Ecoporanga, buscando favorecimento da empresa KMD nos processos licitatórios, o que configura atos de improbidade administrativa.

Na ação, o Ministério Público Estadual requer preliminarmente o afastamento do cargo e a indisponibilidade dos bens dos agentes públicos, pugnando no mérito, pela condenação em atos de improbidade administrativa, ressarcimento ao erário e dano extrapatrimonial coletivo.

Resposta. Em nota à imprensa, divulgada na tarde desta quinta-feira (30), o vereador José Raimundo Dantas afirmou que vem se defendendo das acusações da operação Ramá desde 2010 e que até o momento, nenhum fato novo foi apurado contra ele. Em suas palavras “Estes fatos estavam sendo apurados pelo MPES desde 2010 e causa estranheza tão somente agora, novamente período eleitoral, que estes fatos são tratados como ímprobos e trazidos a imprensa”.

Ele também relata que ainda não recebeu notificação sobre a ação proposta pelo MPES, não sendo possível esclarecer maiores detalhes, o que fará quando for formalmente citado.

Com informações da assessoria de Imprensa do MPES.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais dois óbitos e totaliza 306 casos confirmados

Com isso, Guarapari totaliza 16 óbitos; 170 pacientes estão curados da Covid-19

lorenzuttti

Liminar: Guarapari deve apurar se houve desequilíbrio contratual com a Lorenzutti

A decisão foi baseada nas medidas tomadas pelo município diante da pandemia da Covid-19, que impactaram negativamente a economia da empresa

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação

Polícias Civil e Militar prendem autores de homicídios e realizam apreensão de drogas em Anchieta

A operação intitulada “Pitoco Assassino” cumpriu 10 mandados de prisão e foi concluída com sucesso graças ao trabalho integrado das polícias capixabas; Operação Sentinela apreende drogas, arma e munição

sala de aula1

Guarapari irá disponibilizar atividades não presenciais para alunos do município

Caberá aos professores, o apoio remoto aos alunos e às famílias na orientação e realização das tarefas

Anúncio
Imagem: HM Propaganda

Novo folhaonline.es bate primeiro recorde de acessos simultâneos

A plataforma manteve a estabilidade com quase mil usuários ativos ao mesmo tempo

subsecretario ES

‘Em algum momento será esgotado’, diz subsecretário sobre expansão dos leitos para Covid-19 no ES

Reblin afirmou ainda que a necessidade de expansão está associada a capacidade de distanciamento social no estado