Anúncio

Morador de Guarapari denuncia campeonato irregular de pipas no bairro Aeroporto

De acordo com ele, os eventos que reúnem cerca de 30 pessoas, desrespeitando orientações de distanciamento social, ocorrem semanalmente há mais de um mês

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 8 de junho de 2020 às 18:31
Atualizado em 9 de junho de 2020 às 14:20
Anúncio
Foto: Leitor

Recentemente, um leitor, que preferiu preservar a própria identidade, buscou a redação do jornal Folhaonline.es para denunciar uma situação que vem ocorrendo há mais de um mês no bairro Aeroporto, em Guarapari. De acordo com ele, todos os domingos, por volta das 17h, cerca de 30 pessoas, dentre crianças e adultos, se reúnem próximo ao campo da Associação Atlética Aliança, às margens da pista que, após a conclusão das obras de extensão da Avenida Paris, conectará o bairro à Rodovia do Sol. 

De acordo com o leitor, que reside no Aeroporto, esses campeonatos acontecem há aproximadamente um mês, todos os domingos. “Quando dá 17h eles começam a se reunir no local para soltar pipas e usam linha com cerol e linha chilena, que são extremamente perigosas porque cortam até capacetes. Ficam de 30 a 50 pessoas juntas, sem máscaras, compartilhando bebidas alcoólicas que compram em um bar que continua funcionando, desobedecendo ao decreto municipal, e fazendo uso de drogas”, relata.

Segundo ele, esse bar, que descumpre as determinações do Município que estabelecem restrições no funcionamento de estabelecimentos durante o período da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) também vem comercializando bebidas para menores de idade. 

Foto: Leitor

A situação preocupa moradores da região por diversos motivos: Devido ao uso do cerol e linha chilena, materiais com alto poder cortante, veículos que passam pelo local desviam invadindo a contramão, o que pode ocasionar um acidente; A aglomeração e a falta do uso de máscaras coloca em risco a saúde dos moradores do bairro, por favorecer a propagação da Covid-19; Além disso, durante os eventos, adolescentes e adultos consomem bebidas alcoólicas e drogas ilícitas, com carros de som e música alta no local, gerando transtornos à vizinhança. 

“Nós já denunciamos para a Polícia Militar, mas eles dizem que por se tratar do desrespeito a um decreto municipal, é responsabilidade da Prefeitura de Guarapari. Quando entramos em contato com a prefeitura, nos dizem que devemos chamar a polícia por ocorrer consumo de drogas. Um repassa o problema para o outro e ninguém resolve o problema. Não adianta”, conta o leitor. 

Confira o vídeo gravado pelo leitor, que registra o campeonato irregular realizado no último domingo (07):

Diante disso, procuramos a Prefeitura de Guarapari para esclarecer: O Município está ciente dessa situação? Fiscais da Prefeitura já foram até o local, quando o episódio foi denunciado? O que será feito para impedir que o evento continue promovendo aglomeração? O bar, que de acordo com o leitor desobedece ao decreto municipal e comercializa bebidas alcoólicas para menores de idade, será alvo de fiscalização? 

Por meio de nota, o Executivo respondeu: 

“A Secretaria Municipal de Postura e Trânsito esclarece que não recebeu nenhuma denúncia referente a tal ocorrência. O município orienta que, ao identificar casos como este, é importante que as pessoas formalizem as denúncias através do “Disque Aglomeração” 27 99716-1848.”

O leitor alega que a Prefeitura de Guarapari está ciente da questão e não deu a devida atenção às denúncias. 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

coletiva edson

Prefeito afirma que não vai cancelar programação de réveillon e carnaval em Guarapari

Edson Magalhães também defendeu uma maior flexibilização das atividades econômicas no município, especialmente do comércio

pequenos

Compre do Pequeno: Sebrae/ES cria campanha de apoio ao comércio local

A iniciativa tem por objetivo conscientizar os consumidores, incentivando-os a priorizar as micro e pequenas empresas e, assim, fortalecer a economia da região

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Covid-19: Guarapari registra mais uma morte; Óbito no bairro Reta Grande é retificado

Por meio de nota, a Prefeitura de Guarapari esclareceu que o óbito registrado no bairro Reta Grande, no dia 03 deste mês, não ocorreu e trata-se de um erro do hospital

restauro capa

Prefeitura de Guarapari realiza restauração dos monumentos Marlin Azul e São Pedro

O responsável pela restauração é o artista plástico, Juliano Fillippi, o mesmo artista que criou essas duas importantes obras de arte

Anúncio
prefeitura_guarapari_TJES-750x354

Guarapari perde verba de R$ 750 mil por não assinar ordem de serviço no prazo

O recurso veio através de uma emenda parlamentar do deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) e era destinado para a construção da Unidade de Saúde no bairro Village do Sol

Foto: Reprodução

Paciente de Guarapari pode ter sido o primeiro caso de Coronavírus do Brasil

Anúncio