Anúncio

Moradora de Guarapari relata visita de casal sem identificação solicitando pesquisa para saúde

A prefeitura emitiu um comunicado sobre um casal se passando por prestadores de serviço do Caps, informando que essas pessoas não são funcionárias do município

Por Aline Couto

Publicado em 25 de junho de 2021 às 11:40
Atualizado em 26 de junho de 2021 às 12:27

Anúncio

Foto: reprodução.

Na tarde de ontem (24) a Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), imitiu um comunicado onde alertava a população sobre a existência de um casal que está circulando na cidade se dizendo prestador de serviço do Caps – Centro de Atendimento Psicossocial. De acordo com o órgão, eles não são funcionários do município e a Secretaria não fornece esse tipo de serviço de forma terceirizada.

As visitas realizadas pelo Caps são agendadas com antecedência e feitas por profissionais já conhecidos das famílias, sempre uniformizados, com crachá e veículo identificado”, informou a prefeitura.

Registro

Após a divulgação do comunicado da prefeitura, registros de um casal pelas ruas da cidade começou a circular pelas redes sociais como sendo das pessoas apontadas como os supostos prestadores do Caps.

Relato

Andréia da Cruz Freire Lerija, moradora do bairro Condados, reconheceu o casal que está nos registros como sendo o mesmo que tocou a campainha da casa dela na manhã dessa quinta-feira (24).

Eles disseram que estavam fazendo uma pesquisa sobre a saúde da população municipal, e queriam saber se aqui tinha alguém com algum tipo de doença ou se já teve aqui em casa”, relatou.

Andreia disse que logo desconfiou da abordagem e finalizou a visita. “O casal não chegou a entrar, logo desconfiei porque estavam de roupa normal, não usavam crachá nem de uniforme, e nunca os vi por aqui. Aí, cortei logo dizendo que não havia ninguém doente. Fiquei com medo”.

Segundo a moradora, eles seguiram pela rua tocando nas casas vizinhas, mas ela não sabe informar se mais alguém atendeu.

Informações

A prefeitura pede que em caso de dúvidas, entre em contato com o número (27) 3262-2956.

Se bater na sua porta qualquer pessoa falando que é do Caps, a nossa orientação é não permitir a entrada de alguém que gere dúvida, ligue antes para confirmar a veracidade”, informou a comunicação do órgão.

Para caso o de registro de ocorrência, o número é o 190 da Polícia Militar.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

800px-Rugendas_indios

Palestra vai debater influência da cultura indígena no cotidiano de Guarapari

momento-dvd-banda-musical-prateado

Destaque em Anchieta e região, Musical Prateado completa 30 anos de carreira

Anúncio

Anúncio

artigo-paisagens-guarapari-1

Artigo: como tornar Guarapari um lugar mais atrativo e inesquecível

vitor-e-casagrande-educacao-20212

Governo do Estado anuncia criação de 40 novas escolas de tempo integral no Espírito Santo

Anúncio

imagens-artigo-lei-incentivo-ao-esporte

Artigo: os impactos da nova Lei Estadual de Incentivo ao Esporte

policia-civil_pc_viatura

Polícia prende suspeito de tentativa de homicídio em Guarapari

Anúncio