Anúncio

Moradores de Guarapari reclamam de alterações de horário e redução de linhas de ônibus

Um abaixo assinado chegou a ser organizado. Empresa e prefeitura negam.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 14 de dezembro de 2020 às 16:23
Atualizado em 15 de dezembro de 2020 às 16:27

Anúncio

Expresso Lorenzutti: Moradores reclamam redução de horários e alteração de linhas
Expresso Lorenzutti: Moradores reclamam redução de horários e alteração de linhas. Empresa e prefeitura negam. Foto: arquivo/ Folha Online ES

Moradores de diversas regiões de Guarapari têm reclamado que a empresa Expresso Lorenzutti reduziu itinerários ou tirou de circulação linhas importantes para a circulação dos moradores. Um abaixo-assinado chegou a ser organizado para que as linhas retornem à circulação normal.

Moradores dos bairros Santa Mônica, Pontal de Santa Mônica e Perocão chegaram a organizar um abaixo-assinado que pretendem entregar ao Ministério Público na próxima semana.

Antonio da Rocha Tagarro, popularmente conhecido como Toninho, é presidente da Associação de Moradores do bairro Santa Mônica. Ele conta que duas linhas que atendiam a região foram alteradas. “Antes da pandemia, os moradores tinham as linhas Paturá e Pontal de Santa Mônica. A linha Pontal de Santa Mônica foi retirada logo no começo da Pandemia e depois a linha do Paturá teve redução de itinerário e mesmo os poucos horários que restaram, a população não pode confiar que o ônibus vai passar no horário determinado”, explicou Antônio.

 Ele explica que resolveu organizar o abaixo assinado depois de procurar a empresa por diversas vezes e não ver nenhuma mudança. “Nós já fizemos ofícios para a empresa, procuramos a gestão municipal, mas não conseguimos nenhuma mudança. Agora vamos tomar uma atitude e vamos entregar esse abaixo assinado anexo à uma denúncia no Ministério Público, pra ver se algo é feito”.

Moradores do bairro Kubitschek também relatam problemas relacionados à redução de itinerários das linhas que atendem à região.

O Márcio é morador de Kubitschek e relata que muitos moradores estão precisando andar grandes distâncias para chegar ao ponto de ônibus mais próximo. “Em dias de sol forte, ou chuva, quem tem um parente com um veículo, às vezes pede uma ajuda. Quem não tem precisa ir andando mesmo embaixo de chuva, para conseguir chegar ao trabalho a tempo”, contou o morador.

Em todos os casos, os moradores sempre relatam que as alterações acontecem de forma arbitrária, sem diálogo com as comunidades. “Não existe qualquer diálogo, nenhuma reunião é feita para ouvir a comunidade, ou mesmo pra informar. Quando procuramos a prefeitura parece que nem eles sabem, às vezes. É como se a Lorenzutti tivesse virado dona da cidade…”, desabafou.

Em nota, a Expresso Lorenzutti informou que “a empresa está operando todas as linhas, inclusive atendendo todos os bairros citados na reclamação (Kubitschek, Condados, Olaria, e Paturá e Pontal de Santa Mônica), conforme os horários autorizados e amplamente divulgados  no site da empresa”.

A Secretaria Municipal de Postura e Trânsito (Septran) informou, também por meio de nota, “que não houve redução ou retirada de linhas de ônibus recentemente. Desde o início da pandemia, foram realizadas adaptações e adequações de horários pela Prefeitura e empresa responsável pelo transporte coletivo, visando atender melhor aos usuários nos horários de maior demanda. Por diversas vezes, ao se observar a maior demanda de usuários, houve aumento gradativo da oferta de horários das linhas”.

Sobre a retomada do horário normal de funcionamento, a Septran informa que “O município já solicitou à empresa o plano de retomada dos horários de forma a operar permanentemente, entretanto algumas propostas encaminhadas, não foram julgadas suficientes ou adequadas aos usuários do transporte coletivo. A Septran segue analisando as propostas e espera em breve chegar às adequações definitivas”, continuou a nota.

Texto: Gislan Vitalino

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

2021_09_20-qualificar-es-galeria-Kainan-Juliana-e-tyago.JPG

Programa Qualificar ES realiza cerimônia de formatura em Guarapari

Praça Trajano (3)

Morador lamenta abandono da Praça Trajano Lino Gonçalves em Guarapari

Anúncio

Anúncio

projeto-escola-rural-2021-09-21-1

Escola Rural de Guarapari trabalha impacto da Educação Física para outras matérias e para a vida

Trabalho envolve professores de diversas matérias e incentiva inclusão e disciplina

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

Anúncio

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

Anúncio