Anúncio

MPES de Guarapari usa WhatsApp para ouvir vítima

Por Glenda Machado

Publicado em 17 de março de 2017 às 14:04
Atualizado em 17 de março de 2017 às 14:04
Anúncio

Se você pensa que a ferramenta de mensagens do WhatsApp serve apenas para se comunicar com pessoas a distância, está muito enganado. É que uma nova prática adotada pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Guarapari, trouxe mais celeridade às comunicações e às realizações dos atos processuais.

Após o não comparecimento de uma das vítimas à audiência criminal em Guarapari, o promotor de Justiça teve a iniciativa de ligar para a mesma, que estava em outro Estado. A pedido do MPES, a juíza e a defesa aceitaram fazer oitiva por meio do sistema de mensagens. E obtiveram sucesso.

O promotor de Justiça, Fábio Langa Dias, destacou a possibilidade que a rede social oferece de agilizar o andamento dos processos. “Abre precedentes, quebra paradigmas e não precisa de equipamento para realizar videoconferência e licença de software”, ressaltou.​

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Fabio-Novaes-Sicoob

O que é e o que muda com Pix

nova loja EPA

Nova unidade do supermercado EPA é inaugurada em Guarapari

Anúncio
Anúncio
edital cultura Alfredo Chaves

Alfredo Chaves e Guarapari lançam Edital Emergencial para o setor cultural

Doação sangue Hifa2

HIFA Guarapari cria campanha de doação de sangue entre os funcionários

Por conta da pandemia, a campanha que abrangia a população está suspensa para evitar aglomeração

Anúncio
eleições2020

Eleições 2020: Não conseguiu votar? Veja como justificar a ausência

O prazo para justificativa de voto é 60 dias após o término de cada turno

ciclismo

Equipe de Guarapari é destaque em Campeonato Estadual de Ciclismo

Atletas conquistaram a primeira colocação em diversas modalidades e o segundo lugar geral por equipes

Anúncio