Anúncio

Municípios podem aderir a sistema que dispensa alvará e habite-se para obras a partir de março. Entenda as mudanças

Procuramos a Prefeitura Municipal de Guarapari, que ainda não se manifestou sobre a adesão ao novo sistema.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 7 de janeiro de 2021 às 08:30
Atualizado em 8 de janeiro de 2021 às 09:12

Anúncio

Em dezembro de 2020 o Governo Federal aprovou o novo Sistema de Licenciamento Urbanístico Integrado. A normativa que rege o sistema entrou em vigor no dia 1° de janeiro de 2021, mas a lei passa a fazer efeitos nos municípios que aderirem a partir do dia 1° de março do mesmo ano. Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Guarapari ainda não manifestou adesão ao novo sistema.

A iniciativa é destinada aos que atuam no setor da construção civil – Foto: divulgação Governo Federal/ Agência Brasil.

Essa resolução vai dispensar licenciamentos de construção (alvará de construção) e habitação ou utilização de edificação (Habite-se), bem como o CNO (Cadastro Nacional de Obras), da Receita Federal para as atividades consideradas como de baixo risco. O procedimento para a liberação legal das atividades de construção passa a ser de responsabilidade dos Procuradores Digitais de Integração (PDI’s), que são agentes privados e os critérios para a classificação de baixo risco serão definidos pelas prefeituras e pelo Corpo de Bombeiros.

O objetivo é desburocratizar e facilitar a execução de obras e construções de baixo risco além de tirar do estado a responsabilidade de licenciar e autorizar a execução e a ocupação de obras da construção civil. A fiscalização, entretanto, segue sendo de responsabilidade dos municípios, que podem optar por aderir ou não ao novo sistema a partir de março de 2021.

MURIN

A norma cria o Mercado de Procuradores Digitais de Integração Urbanístico, o MURIN, para permitir a emissão on-line de dispensas de alvará e habite-se para obras de baixo risco. A iniciativa é destinada aos que atuam no setor da construção civil. O mercado deve funcionar em livre concorrência e a previsão é de que as emissões dos Procuradores Digitais de Integração (PDI’s) comecem em março de 2021.

O que muda?

Na prática, quem quiser construir agora precisa apenas enviar informações, dados e documentos solicitados através de um site (PDI), cujo sistema integrará prefeituras, Corpo de Bombeiros e Receita Federal. Com isso, as autorizações poderão ser obtidas de imediato.

Os critérios para a classificação de obras de baixo risco serão definidas pelo Corpo de Bombeiros e registradas pelos municípios aderentes no sistema integrador nacional. Com as informações registradas no sistema nacional, qualquer pessoa física ou jurídica daquela cidade pode solicitar dispensa ou licenciamento automático para suas obras. O pedido poderá ser feito em qualquer portal criado para este fim e autorizado pelo Governo Federal (PDI’s).

Qualquer empresa de tecnologia poderá, em regime de concorrência, criar um site que permitirá a dispensa ou liberação automática dos licenciamentos (PDI). Esse site será integrado ao sistema nacional. O cidadão poderá escolher qual site usar. Escolhido o site, o cidadão, construtora ou incorporadora acessa o sistema, confere se a obra atende aos requisitos de baixo risco do município e sobe as informações e documentos necessários na plataforma. Após pagar as taxas necessárias, acontece a emissão automática da dispensa ou o alvará de construção e habite-se.

*Com informações de Agência Sebrae e Ministério da Economia.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

mapa-de-risco-05032021

47º Mapa de Risco Covid-19: Piúma deixa risco alto e Guarapari segue em risco moderado

Nas redes sociais, Renato Casagrande alertou a população para a necessidade de cumprir os protocolos sanitários e de distanciamento

cv__2918_claudio_vieira

Projeto social de Guarapari promove festival de pipas no bairro Kubitschek

O projeto, criado por quatro amigos, existe há um ano e meio

Anúncio

Anúncio

fiscalizacao_procon_consumidor

Representante de Consórcio em Guarapari é notificado por fraude

Segundo denúncias, consumidores são enganados e levados a assinar contrato de consórcio

PC e PM

Ação conjunta prende suspeitos de homicídio em Guarapari

Anúncio

Cirurgia Pietra2

Em Guarapari, pais agradecem ajuda para cirurgia da filha com tumor no olho

A cirurgia foi bem sucedida e Pietra já está em casa

Debate-dos-Vereadores-sobre-Projeto-de-Incentivos-Fiscais_

Projeto de lei de incentivos fiscais busca retomar crescimento da economia em Anchieta

Apresentado por Renato Lorencini e outros vereadores, projeto visa conceder incentivos fiscais a empresas que instalarem ou ampliarem plantas industriais, comerciais ou de serviço no município

Anúncio