Anúncio

Prefeitura de Guarapari restringe feiras e orienta a não permanência nas praias

Segundo secretário, o acesso às praias não será restrito, mas a fiscalização atuará para restringir a presença de cadeiras e guarda-sóis

Por Gislan Vitalino

Publicado em 26 de março de 2021 às 18:08
Atualizado em 26 de março de 2021 às 18:13

Anúncio

Foto: FolhaOnline.es

O titular da Secretaria Municipal de Postura e Trânsito (Septran) de Guarapari, Luiz Carlos Cardoso, participou hoje (26) de uma entrevista para pronunciamento sobre o Decreto Municipal 336/2021, que restringe a realização de feiras livres e reforça o cumprimento das medidas restritivas estabelecidas no Decreto Estadual 4838-R/2021.

De acordo com o decreto, está suspenso o funcionamento das feiras livres neste final de semana. O decreto recomenda ainda a não utilização das praias, riachos e cachoeiras; e proíbe a presença de cadeiras, guarda-sóis e ombrelones nas praias. “Conforme o estado determina, não é o fechamento das praias, mas a suspensão das atividades ali desempenhadas, como a locação de ombrelones, venda de alimentos, qualquer tipo. Assim como quiosques e comércios, que também está definido o fechamento”, explicou o secretário.

Segundo Cardoso, além da recomendação de não utilização e da restrição de atividades econômicas nas praias, equipes realizarão ações nas praias para orientar a população e incentivar a não permanência. “Nós já temos ações de fiscalização acontecendo no município, onde, juntamente com apoio da Polícia Militar, dos Bombeiro Militar atuamos no cumprimento do decreto estadual. A praia também será contemplada agora, que está prevista essa proibição”, explicou.  “Reforçamos que não é um momento de lazer. Para aquele que quiser fazer uma caminhada, tomar sol, não há proibição, mas a permanência sim” frisou.

Em relação às demais medidas restritivas relacionadas com o distanciamento social, serão observadas todas as regras estabelecidas no decreto 438-R/2021, do Governo do Estado.

Também estão suspensas, por 60 dias, sem prejuízo a concessão de férias e licenças para os servidores lotados na Secretaria Municipal da Saúde.

Transporte de profissionais da Saúde

O decreto estadual proíbe, a partir de domingo (28) o funcionamento dos serviços de transporte público. Para o atendimento dos serviços considerados essenciais, a prefeitura realizará o transporte através dos ônibus da Lorenzutti, em rotas específicas, apenas para funcionários identificados como funcionário da saúde. “Para os funcionários da saúde que residem em outros municípios, será feito o transporte através de vans ou veículos menores”, explicou o secretário.

Os demais serviços da Prefeitura seguirão funcionando, mas cada secretaria será responsável por organizar o transporte dos seus servidores.

“A gente espera que cada um cuide da sua própria saúde e aqueles que puderem ficar em casa, acreditamos que esse é o melhor a ser feito para todos nós!”, conclui o secretário.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

RISA_cerimonia_lancamento_site_2021-04-14

Guarapari: Recanto dos Idosos celebra novo site que divulgará trabalho da instituição

Segundo Irmã Marilza, coordenadora da instituição, site vai dar transparência ao trabalho da instituição

secretária turismo

Pasta do turismo em Guarapari tem nova secretária

Anúncio

Anúncio

Centro-Social-Santa-Mônica

Centro Social em Guarapari mobiliza doações para bazar em prol das famílias atendidas

antígeno es

Covid-19: ES recebe 190 mil testes para identificar rapidamente novos casos positivos

Anúncio

valter_valentim_rifa_celular

Após amputação, morador de Guarapari realiza rifa para iniciar reabilitação física

A venda das rifas vai até o dia 5 de maio

baiano_destaque-edit-2021-04-14

Conhecido como Baiano, dono de restaurante em Guarapari perde a vida para a Covid-19

Ornélio da Silva Santos foi uma das 273 vítimas da doença no município

Anúncio