Anúncio

Nunca é tarde para aprender

Por Glenda Machado

Publicado em 21 de dezembro de 2015 às 14:42
Atualizado em 23 de dezembro de 2015 às 16:48

Anúncio

Depois de 30 anos sem estudar, ela voltou à sala de aula. Na bolsa, muito mais que livros e cadernos. E sim uma bagagem de experiências, de uma vida dedicada à família, de sonhos interrompidos e muito medo de não conseguir. A coragem veio em forma de incentivo do marido José Geraldo e das filhas, Leilaine, Katilaine e Camily.

E foi assim, que Selma Chagas, aos 52 anos completou o ensino fundamental neste ano pela Educação de Jovens e Adultos (EJA). E os planos não param por aí. A matrícula já está feita para 2016. Será mais um ano e meio de estudo para concluir o ensino médio na escola Joventina Simões em Olaria. E então realizar o sonho de se formar em Gastronomia.

“No início era mais para ocupar a cabeça, porque eu fico o dia todo em casa. Mas tinha vergonha por causa da minha idade. E medo de não conseguir, pois parei de estudar com 19 anos. Como a família insistiu, eu falei que ia uma semana para ver como era e acabei gostando muito. Agora que estamos de férias, sinto falta. Não vejo a hora de voltar”, conta Selma.

Para ela o mais difícil foi a tal da Matemática. “Quando chegou naquelas equações eu achei que não ia conseguir. Mas meu marido me ajudou muito”. A filha mais nova também fez o papel de professora por diversas vezes dentro de casa. “Camily tem 10 anos e está no sexto ano. Sempre que tinha dúvidas ela me ensinava”.

Mas a verdadeira professora dessa história é a filha mais velha. Leilaine é professora da rede municipal. Além de ter motivado à mãe a estudar, ainda deu aula de Português no EJA. “A família toda torce para ela se formar, fazer o que gosta, que é cozinhar”, ressalta Leilaine. E nesse quesito, a nota é mais que 10, é nota 1000.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

caso-agressao-pm-gri-2021-09-28

Policiais agridem mulher em Guarapari; Casagrande pede providências imediatas

pfizer

Guarapari realiza agendamento para segunda dose da vacina Pfizer contra a Covid-19

Anúncio

Anúncio

Foto: Reprodução

Pacientes não conseguem medicamento para tratamento de Parkinson em Guarapari

sequelas cirurgia8

Com sequelas devido a uma cirurgia, jovem de Guarapari precisa de tratamento e mãe pede ajuda

Anúncio

impostos-combustiveis-gasolina-2021-09-28

Para evitar aumentos, Governo do Espírito Santo congela imposto de combustíveis

processo_seletivo-2021-04-01

Anchieta abre seleção com remuneração de até R$9 mil

Inscrições acontecem nesta quinta (30) e sexta-feira (01)

Anúncio