Anúncio

Ônibus de Coleta Externa do Hemoes percorrerá municípios do ES durante pandemia

A unidade móvel percorrerá diversos municípios do Estado, realizando a coleta de sangue e o cadastro para doação de medula óssea

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 5 de junho de 2020 às 09:04
Atualizado em 5 de junho de 2020 às 19:21

Anúncio

Foto: Divulgação

Durante o isolamento social enfrentado no Espírito Santo, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), muitas pessoas que desejam realizar a doação de sangue não conseguem ir até uma unidade de atendimento. O Ônibus de Coleta Externa do Centro Estadual de Hemoterapia e Hematologia Marcos Daniel Santos (Hemoes) é uma solução para esse problema.

A unidade móvel percorre diversos municípios do Estado, realizando a coleta de sangue e o cadastro para doação de medula óssea. O serviço pode ser solicitado por qualquer cidadão pelo e-mail [email protected], e o local deve cumprir alguns requisitos, como o mínimo de 50 doadores e o máximo de 70.

A solicitação do ônibus deve ser realizada com antecedência. Após realizado o pedido, o solicitante recebe um formulário com as condições de atendimento e uma equipe da unidade realiza uma visita técnica de avaliação do local e, se favorável, será agendado o dia da ação.

A enfermeira do Hemoes, Isabela Saiter, ressalta que no período da pandemia as ações estão sendo realizadas em condomínios e empresas. “O ônibus aproxima o Hemoes do público e facilita o acesso à doação, principalmente na pandemia, quando a unidade fica estacionada em condomínios ou empresas”, informou.

Programação da unidade móvel no mês de junho

Durante o mês de junho, o ônibus do Hemoes percorrerá dois municípios, Vila Velha e Serra. O atendimento tem início às 8h30 e permanece durante todo o dia.

Em Vila Velha, no próximo dia 09, a unidade estará no bairro Coqueiral de Itaparica, e, no dia 16, será em Praia das Gaivotas. No município da Serra, a campanha será realizada no dia 19, em Manguinhos.

Quem pode doar

Podem doar sangue as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis legais. Todo doador deve apresentar um documento original com foto.

Se o voluntário tiver almoçado, o procedimento deve ser feito três horas depois. E, se for um doador frequente, ele deve obedecer ao intervalo para a doação, que deve ser de dois em dois meses para homens e de três em três meses para mulheres.

  • Com informações do Governo do Estado do Espírito Santo

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

casagrande-anuncio-novasrestricoes-2020-03-25

55° Mapa de Risco traz Guarapari em risco alto e mudanças na classificação da Grande Vitória

marcos_gabriel-danca-2021-05-13-8

Aluno de Guarapari é destaque em concurso de dança na Serra

Marcos é aluno do 1º ano da escola municipal Florisbela Lino Bandeira, no bairro Aeroporto

Anúncio

Anúncio

Foto: Arquivo/Folha

Temperaturas devem continuar baixas em Guarapari e região no fim de semana

qualificar_es_ampliacao-2021-05-14

Qualificar ES abre 111 mil novas vagas e apresenta novidades

Governador também enviou à Assembleia Legislativa um Projeto de Lei para institucionalizar o Programa

Anúncio

camara_gestao_120-dias-2021-05-14-2

Atual gestão da Câmara de Guarapari economiza R$1 mi e alcança recorde de transparência

pc_prisao_anchieta-2021-05-14

Operação Estado Presente prende suspeito de duplo homicídio em Anchieta

Homem detido é suspeito do assassinato de mãe e filho, no bairro Jerusalém

Anúncio