Anúncio

Operação da PF em Guarapari e outras 2 cidades prende um dos principais hackers do Brasil

O hacker desenvolvia programas maliciosos para infectar dispositivos e obter dados e depois invadir contas bancárias

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 4 de fevereiro de 2021 às 15:30
Atualizado em 5 de fevereiro de 2021 às 15:15

Anúncio

Foto: arquivo/ FolhaOnline.es

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (03), uma operação para combater crimes de fraudes bancárias, invasão de dispositivo de informática e lavagem de dinheiro. A ação foi realizada em Guarapari, Cachoeiro de Itapemirim e na capital do estado de São Paulo.

A operação Creeper investigou pessoas que usavam dados para invadir e hackear computadores. Um dos detidos seria um dos principais hackers do país. A ação contou com o apoio de instituições financeiras e a participação de 40 policiais federais. Foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados nos municípios do Espírito Santo e da capital paulista.

A investigação iniciou em face da descoberta de fraudes em contas bancárias da Caixa Econômica Federal, decorrentes de Relatório produzido na Divisão de Repressão a Crimes Cibernéticos, sediada em Brasília. A produção da informação foi decorrente da atuação da Força Tarefa Tentáculos, que é uma parceria entre a Polícia Federal e Instituições Financeiras no combate a fraudes bancárias.

As investigações demonstraram que contas sofreram ação de hacker que vinha atuando no desenvolvimento de programas maliciosos para infectar dispositivos de informática, a fim de obter dados e praticar a subtração de quantia em dinheiro das contas bancárias invadidas.

O hacker que teve a atuação descoberta pela Divisão de Repressão a Crimes Cibernéticos, é considerado como um dos mais atuantes no Brasil, sendo que as provas indicam que criou programas maliciosos para a prática das fraudes e se utilizava de um sofisticado esquema de lavagem de dinheiro, proveniente das subtrações dos valores das contas, dentre outros, através do uso de criptoativos, perpetrado pelo núcleo responsável pela lavagem de dinheiro.

*Com informações de Redação Folha Vitória.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

MAPA_60_L1

Governo apresenta 60° Mapa de Risco com Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco moderado

transparencia-fiscalizacao-corrupcao-lupa

Espírito Santo é o Estado mais transparente nos dados da vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

obras Camurugi

Moradores de Guarapari aguardam obras em rua do Camurugi contemplada em 2020

Até o momento, o serviço de dragagem da vala foi realizado; a promessa da prefeitura é que a obra de drenagem e pavimentação fique pronta até o fim do ano

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

Anúncio

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

Anúncio