Anúncio

Os Passos de Anchieta: ainda dá tempo participar

Por Carolina Brasil

Publicado em 29 de abril de 2018 às 10:00
Atualizado em 27 de abril de 2018 às 14:35

Anúncio

Considerado um dos maiores eventos religiosos do Estado, “Os Passos de Anchieta” acontecerá, em 2018, entre os dias 31 de maio e 03 de junho.

Em 2018, acontece a 21ª edição de “Os Passos de Anchieta”. Foto: Divulgação/PMA

Esta será a 21ª edição da caminhada que refaz o caminho percorrido pelo Padre Anchieta, hoje santo, entre a Vila de Rerigtiba, atual município de Anchieta, e a Vila de Nossa Senhora da Vitória, onde cuidava do Colégio de São Tiago.

Em 1998, o percurso foi resgatado se transformando em um evento tradicional, realizado anualmente sempre a partir do feriado de Corpus Christi, com duração de quatro dias. A iniciativa é da Associação Brasileira dos Amigos dos Passos de Anchieta (Abapa).

Os 100 km totais do trajeto são divididos em quatro trechos. A contadora Eli Batista de Araújo Pirola, que já participou algumas vezes da peregrinação, disse que a experiência é recompensadora. “Não é fácil, mas as belas paisagens, a emocionante chegada e subida até o santuário e a receptividade das pessoas recompensa todo o esforço. É uma sensação de alma lavada”, descreveu.

Opinião compartilhada pela aposentada Maria da Penha Pinto Biazutti, que mesmo fazendo apenas a caminhada a partir de Meaípe/Guarapari, sentiu a mesma emoção. “Quando eu cheguei aos pés da escadaria do santuário em Anchieta, foi uma felicidade enorme, pela conquista e pela fé”, relatou.

A caminhada de 100 km começa em Vitória e termina em Anchieta.

Neste ano, a peregrinação começa na manhã do dia 31 de maio e, como de costume, parte da Catedral Metropolitana de Vitória até o Santuário Nacional de São José de Anchieta, destino final do percurso, onde será realizada a missa de acolhida dos romeiros, no dia 03 de junho. Durante o trajeto de quatro dias há paradas para descanso e lanches na Barra do Jucu, Setiba, Meaípe, MaemBá e Castelhanos, conforme programação:

1º dia: entre Vitória e Barra do Jucu, em Vila Velha, aproximadamente 25 km.
2º dia: da Barra do Jucu até Setiba, em Guarapari, 28 km.
3º dia: entre Setiba e Meaípe, são percorridos 24 km, ainda em Guarapari.
4º dia: de Meaípe até Anchieta, na Igreja Matriz do município, os 23 km finais da caminhada.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até no dia do evento, antes do início da caminhada, pelo site www.abapa.org.br. A associação espera 3500 participantes e disponibiliza aos inscritos equipe médica especializada, carros de apoio, pontos de hidratação e distribuição de frutas ao longo do percurso e massagem ao final de cada dia. “No ato da inscrição o participante recebe o guia do andarilho, pulseira de identificação e formulário para ser carimbado após percorrer cada trecho e, no fim, receberá o certificado de andarilho como forma de registrar a participação”, explicou Leonardo Valadares, membro da Abapa.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

casagrande_governador_mapa_de_risco-2021-05-07

54° Mapa de Risco: Governo do Estado divulga novo Mapa e anuncia volta às aulas no Espírito Santo

As cidades de Guarapari e Anchieta seguem classificadas como de Risco Alto; Alfredo Chaves retorna a Risco Moderado

ocupação leitos

Quase dois meses depois, ES volta a ter menos de 80% de leitos de UTI contra Covid-19 ocupados

Índice representa um alívio na pressão sofrida pelos hospitais do estado, já que, durante pouco mais de um mês, entre março e abril, a taxa ficou acima de 90%

Anúncio

Anúncio

atendimento-computador-mulher-secretaria

Guarapari abre seleção para psicólogo e assistente social

coronavac-vacina_covid

Casagrande anuncia a chegada de 20 mil novas doses da Coronavac no ES

Anúncio

setur01-2

Equipe da Secretaria de Turismo do Estado visita atrativos turísticos de Anchieta

prainha_obra_edificacao_construcao

Câmara aprova Projeto de Lei que viabiliza regularização de edificações em Guarapari

Por meio do Programa de Regularização de Edificações (PRE), moradores poderão tirar o ‘Habite-se’ e regularizar suas edificações

Anúncio