Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Parque Paulo Cesar Vinha completa 30 anos de preservação!

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 6 de setembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 8 de setembro de 2020 às 09:03

Anúncio

Antônio Ribeiro (*)

Criado em 1.990 com o nome de Parque Estadual de Setiba, teve seu nome mudado para o atual por um motivo triste: o assassinato do biólogo Paulo Cesar Vinha, por ter denunciado extração ilegal das areias monazíticas, a areia preta.

O homenageado com o nome ao parque, lutava também para proteger a flora, fauna, solo, dunas, lagos e praias, sem permissão para construção de casas ou estabelecimentos comerciais, preservando e conservando tal qual foram antes.

Com uma área de 1.500 hectares no Km 37,5 da Rodovia ES 060, conhecida como Rodovia do Sol, entre Vitória e Guarapari, a 13 km desta e 35 daquela, entre a rodovia e Oceano Atlântico, como área de preservação ambiental.

É comum se escutar entre os moradores da região o conceito que a rodovia divide a área onde um lado pode tudo, que por isso está devastado e outro que não pode nada, bem por isso está preservado.

Dentre os muitos animais lá existentes e protegidos, estão macacos tipo saguis, corujas buraqueiras, anus pretos, cachorros do mato e alguns mais raros como coroa de frade, ouriço preto, pererecas e libélulas.

Entre outros atrativos, está o Lago Coca Cola, apelido dado pela cor da agua que se assemelha à do refrigerante, acessada por trilhas, como as praias preservadas de encher os olhos: Caraís, Setibão e Dulé.

Estas três praias protegidas e preservadas, são passagem dos cerca de 1.000 peregrinos dos Passos de Anchieta, que saem de Vitória e vão até o Santuário de São José de Anchieta, onde ele está enterrado.

O parque dispõe de estacionamento, banheiros, inclusive com ducha de agua doce, incluindo total contato com a natureza, nas trilhas com vegetação típica e mata atlântica, além de um mar azul que faz bem.

Outras atrações e oportunidades são um mirante, o porto para caiaques, acessíveis por trilhas bem sinalizadas e com vigilância armada, completada por guia particular que oferece orientação e dicas.

A duração ideal para o passeio é de aproximado meio dia, bem aproveitado. O contato do guia particular, Giovanni, é 027.99500.2405 e os do parque 027.3636.2522 ou [email protected]

Turismo de preservação é cultura e conhecimento!

(*) Autor do Guia de férias, feriados e feriadões.

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

crime em Gri

Crime em Guarapari: mulher foi amarrada e torturada antes de ser assassinada

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1); o marido dela também foi agredido e teve ferimentos na cabeça

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Anúncio

Anúncio

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

Anúncio

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

Anúncio