Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Parque Paulo Cesar Vinha completa 30 anos de preservação!

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 6 de setembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 8 de setembro de 2020 às 09:03

Anúncio

Antônio Ribeiro (*)

Criado em 1.990 com o nome de Parque Estadual de Setiba, teve seu nome mudado para o atual por um motivo triste: o assassinato do biólogo Paulo Cesar Vinha, por ter denunciado extração ilegal das areias monazíticas, a areia preta.

O homenageado com o nome ao parque, lutava também para proteger a flora, fauna, solo, dunas, lagos e praias, sem permissão para construção de casas ou estabelecimentos comerciais, preservando e conservando tal qual foram antes.

Com uma área de 1.500 hectares no Km 37,5 da Rodovia ES 060, conhecida como Rodovia do Sol, entre Vitória e Guarapari, a 13 km desta e 35 daquela, entre a rodovia e Oceano Atlântico, como área de preservação ambiental.

É comum se escutar entre os moradores da região o conceito que a rodovia divide a área onde um lado pode tudo, que por isso está devastado e outro que não pode nada, bem por isso está preservado.

Dentre os muitos animais lá existentes e protegidos, estão macacos tipo saguis, corujas buraqueiras, anus pretos, cachorros do mato e alguns mais raros como coroa de frade, ouriço preto, pererecas e libélulas.

Entre outros atrativos, está o Lago Coca Cola, apelido dado pela cor da agua que se assemelha à do refrigerante, acessada por trilhas, como as praias preservadas de encher os olhos: Caraís, Setibão e Dulé.

Estas três praias protegidas e preservadas, são passagem dos cerca de 1.000 peregrinos dos Passos de Anchieta, que saem de Vitória e vão até o Santuário de São José de Anchieta, onde ele está enterrado.

O parque dispõe de estacionamento, banheiros, inclusive com ducha de agua doce, incluindo total contato com a natureza, nas trilhas com vegetação típica e mata atlântica, além de um mar azul que faz bem.

Outras atrações e oportunidades são um mirante, o porto para caiaques, acessíveis por trilhas bem sinalizadas e com vigilância armada, completada por guia particular que oferece orientação e dicas.

A duração ideal para o passeio é de aproximado meio dia, bem aproveitado. O contato do guia particular, Giovanni, é 027.99500.2405 e os do parque 027.3636.2522 ou [email protected]

Turismo de preservação é cultura e conhecimento!

(*) Autor do Guia de férias, feriados e feriadões.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Imagem-23.02-01-1

Em 3 dias, PM apreendeu grandes quantidades de drogas em Guarapari

Ao todo, mais de 300 buchas e 33 tabletes de maconha foram apreendidos. Além disso, a PM também apreendeu 280 pinos de cocaína e 132 pedras de crack

ifes_guarapari

Ifes de Guarapari vai ofertar curso superior gratuito em Ciências da Natureza

O processo seletivo acontecerá através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

Anúncio

Anúncio

Sinduscon Anchieta (11)

Posse de diretor formaliza Regional Litoral Sul do Sinduscon-ES em Anchieta

Gastronomia Alfredo1

Município de Alfredo Chaves ganhará Praça Gastronômica

Anúncio

sangue_hemocentro_doacao_hemoes

Estoques baixos de sangue nos Hemocentros do ES podem não atender à demanda hospitalar

Para ampliar a possibilidade de doações, a partir do dia 1º de março algumas unidades terão horário ampliado para receber doações

exercicios_academia_atividade_fisica-clovis_rangel

Cuidados com a saúde após cura da Covid-19

Anúncio