Anúncio

Pequena Alícia teve alta após 464 dias internada na UTI do HIFA Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 13 de outubro de 2021 às 11:39
Atualizado em 13 de outubro de 2021 às 11:39

Anúncio

Fotos: arquivo pessoal.

Uma boa notícia para quem acompanha a história da pequena Alícia de um ano e três meses, que estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Materno Infantil Francisco de Assis – HIFA Guarapari desde o nascimento. A pequena teve alta na semana passada, após 464 dias internadas.

Em conversa com a mamãe Ana Paula Rangel Machado, 33 anos, ela não deixou de elogiar o carinho que a equipe teve com ela e a filha. “A equipe do hospital é maravilhosa, eu só tenho a agradecer. Aqui é como se fosse a nossa segunda família, principalmente porque ela só os conhece, né? Recebemos todo amor, carinho, cuidado, não só como profissionais”, disse.

Ana Paula é trabalhadora rural, mas desde que Alícia nasceu dedica os dias para a filha. Ela comentou como foi a rotina nesse período de um ano e três meses de UTI. “No início fiquei muito desesperada, a gente nunca imagina passar por uma situação dessas. Mas é preciso ter força pra continuar. Eu procuro viver um dia de cada vez, sempre focada no dia de hoje. Eu venho todos os dias no hospital e fico de 9 às 20h com a minha filha”, contou.

A médica do HIFA, Aline Rodrigues de Souza, explicou que, em consequência da prematuridade e das lesões cerebrais, ocasionadas tanto pela prematuridade quanto pelo fato de ter nascido fora do hospital, houve sequelas, por isso a permanência durante todo esse tempo no hospital. A pequena completou um ano de vida no último dia 30 de junho deste ano.

Relembre o nascimento da Alícia

Alícia nasceu antes do tempo, com sete meses, no carro no caminho do hospital e ficou em estado bem grave. No entanto, a cada dia ela provou o quanto é forte e guerreira.

“Em casa, senti o líquido saindo (a bolsa estourou) e meu marido achou melhor irmos logo para o hospital. No caminho Alicia nasceu. Não tinha cinco minutos que tínhamos saído de casa. Eu estava no banco da frente. Ela saiu sozinha, e caiu no chão. Era muito pequenininha e não deu tempo de segurar. Ela bateu a cabeça no chão do carro. Teve hemorragia na cabeça, hidrocefalia, e tudo isso regrediu sozinho.”

*Com informações: Assessoria de Comunicação HIFA Guarapari.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacinação covid1

Covid-19: Guarapari realiza nova ação para aplicar D2 e D3 em diversos públicos

Confira grupos especificados pela PMG que receberão imunização

lancamento-creche-guarapari-2021-10-19

Prefeitura de Guarapari autoriza construção de creche em Itapebussu

A nova sede da CEMEI Tercília Astori Gobbi terá capacidade para atender mais de 350 alunos

Anúncio

Anúncio

3 dose idosos

ES antecipa para quatro meses a aplicação da D3 contra a Covid-19

A dose de reforço está sendo aplicada em pessoas com 60 anos ou mais que já tomaram a segunda dose de qualquer imunizante contra o coronavírus

Autoglass1

Autoglass oferece oportunidades de emprego em Guarapari

Anúncio

elcy-nunes-aarao-cover-2

Morre Elcy Nunes Aarão, ex vice-prefeito de Guarapari do início dos anos 90

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

Anúncio