Anúncio

Prefeito promete entrega do hospital de Guarapari entre dezembro e fevereiro de 2021

Segundo Edson Magalhães, a previsão é que, até o início do próximo mês, a obra esteja 50% concluída

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 4 de agosto de 2020 às 18:53
Atualizado em 5 de agosto de 2020 às 14:33
Anúncio
Prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, durante coletiva de imprensa na última segunda-feira (03). Foto: Reprodução

Ontem (03), a Prefeitura Municipal de Guarapari promoveu uma coletiva de imprensa com o objetivo de divulgar novas informações sobre a construção do Hospital Maternidade Cidade Saúde. Na ocasião, o prefeito Edson Magalhães afirmou que a obra deve ser entregue entre dezembro deste ano e fevereiro de 2021.

De acordo com o prefeito, apesar dos rumores de que a obra está parada, a construção do hospital está dentro do previsto. “Nós estamos em uma velocidade além da que se espera em uma obra que não é simples. O hospital é uma obra muito complexa, são 8.500 m²”, afirmou Edson.

Durante a coletiva, Edson Magalhães ainda informou a previsão de conclusão da obra. “Essa obra começou em março de 2019, há praticamente um ano, um ano e quatro meses, e o hospital será entregue agora, em dezembro, ou, no mais tardar, em fevereiro do ano que vem”.

Questionado sobre os entraves que adiam a finalização da obra, o prefeito afirmou que a construção nunca parou. “As pessoas falam que o hospital está parado, mas não” e acrescentou “Uma obra dessas, mesmo correndo, levaria 4 anos para ser entregue e concluir em pouco mais de dois anos é uma vitória para o município”.

Hospital Maternidade Cidade Saúde. Foto: Reprodução

Na ocasião, Edson ainda elogiou a decisão da Juíza Federal, da 5° Vara Federal Cível de Vitória, Drª. Maria Cláudia de Garcia Paula Allemand, que decidiu pela continuidade das obras. “Foi uma decisão sensata e imparcial, porque em momento nenhum houve qualquer tipo de pedido político, ela apenas analisou as documentações”.

Entenda o caso

Recentemente, o Ministério Público Estadual, por meio da Promotora Ana Carolina Gonçalves de Oliveira, e o Ministério Público Federal entraram na justiça, pedindo a suspensão das obras do Hospital Cidade Saúde, de Guarapari. Apesar da solicitação, a 5° Vara Federal Cível de Vitória solicitou esclarecimentos por parte da Prefeitura de Guarapari; a Caixa Econômica Federal, com quem o município tem convênio, e o Ministério da Saúde, que tem parceria com o Município na construção do hospital. 

Na última sexta-feira (31), após receber toda a documentação da Prefeitura de Guarapari, da Caixa Econômica e do Ministério da Saúde, a Juíza Federal, da 5° Vara Federal Cível de Vitória, Drª. Maria Cláudia de Garcia Paula Allemand, decidiu pela continuação das obras e conclusão do Hospital, negando o pedido suspensã feito pelo Ministério Público.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Covid-19: mais 27 pessoas se curam da doença em Guarapari

PM GRI

PM de Guarapari faz sucesso na internet e tem mais de 80 mil seguidores

Raphael Santana também faz faculdade de direito e trabalhos como modelo

Anúncio
Anúncio
Foto: Arquivo/Folha

INMET emite alerta de chuva forte e ventos intensos em Guarapari

Ao todo, 50 municípios capixabas podem ser afetados pela mudança climática; Há risco de alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de rios

HFA_fachada_tratada-1024x778

Votação popular: Hifa Guarapari pode ser contemplado com emenda parlamentar

A proposta consiste na renovação do Parque Tecnológico da Unidade Hospitalar do Centro Cirúrgico com aquisição de novos equipamentos

Anúncio
nesio

Covid-19: Secretário diz que número de casos deve aumentar nos próximos dias, mas não é ‘nova onda’

Nésio Fernandes explicou os fatores que vão influenciar no aumento de casos

drogas GRI

Operação conjunta prende suspeito de tráfico de drogas em Guarapari e Vila Velha

Anúncio