Anúncio

Projetos desenvolvidos pela Faculdade Pitágoras vão além do ciclo acadêmico e chegam à comunidade

Por Carolina Brasil

Publicado em 23 de setembro de 2018 às 14:00
Atualizado em 21 de setembro de 2018 às 16:43
Anúncio

A instituição possibilita ao aluno o aprendizado na prática, o desenvolvimento de habilidades e a inserção no mercado de trabalho, além de oferecer serviços e benefícios para a população da cidade e regiões vizinhas.

Tudo começa quando o estudante ingressa na instituição através de um dos 26 cursos de graduação ou dos oito de pós-graduação ofertados a cada semestre. E os alunos que vivem essa atmosfera do ensino superior na Faculdade Pitágoras têm a oportunidade aprender uma profissão, se especializar e ir além, alcançando o mercado de trabalho e novas formas de ver o mundo através dos projetos propostos pela instituição.

Calouros, veteranos e o resultado do mais recente Trote Solidário, realizado na Praia da Cerca. Foto: Arquivo Folha.

Nesse contexto, o Trote Solidário marca o início de um novo ciclo e já dá ao estudante a primeira lição. “Essa é uma iniciativa contra aqueles trotes violentos e sem fundamento comumente praticados. Para isso, o nosso ‘Trote Solidário’ baseia-se nas ‘oito formas de mudar o mundo’ e, em conjunto com nossos coordenadores, escolhemos o tema e planejamos a ação para trabalhar com esse calouro a cada semestre. Recentemente, promovemos a limpeza da Praia da Cerca, em uma ação ambiental que se completou com ações de educação em saúde envolvendo alunos de períodos mais avançados”, explicou Edvar dos Reis, diretor da unidade em Guarapari.

Atualmente, projetos começam a ganhar forma para que alunos possam colocar em prática o aprendizado recebido em sala de aula. Prestes inaugurar, a Clínica Odontológica já tem a demanda de atender 300 pessoas que serão absorvidas da fila existente no sistema público municipal. “A faculdade vai contribuir atendendo essa demanda que hoje é do poder público e a compensação será a experiência para o nosso aluno. É muito importante quando a instituição utilizar o poder financeiro que tem em prol da comunidade”, ressaltou Edvar.

Enquanto isso, o projeto de miniatletismo desenvolvido há quatro anos se tornou referência e será replicado para outras instituições do mesmo grupo. Há dez anos em Guarapari, a Faculdade Pitágoras é parte do grupo Kroton Educacional, entidade mantenedora de outras instituições de nível superior em todo o Brasil. “Semestralmente, nós trazemos estudantes do ensino fundamental e médio para dentro da instituição e damos toda estruturação de competição dentro do atletismo para eles. Esse é um projeto sensacional através do curso de Educação Física”, destacou o diretor lembrando que tudo isso reflete em qualidade no ensino, materializada nas notas recebidas pelo MEC. “Nossos cursos de Farmácia, Enfermagem, Ciências Contábeis, Comunicação Social e Engenharia Mecânica são nota 4, por exemplo, de uma avaliação que vai de 1 a 5”.

Preocupações no início, durante e também ao término do ciclo acadêmico. A Faculdade Pitágoras é a única de Guarapari e uma das poucas no Brasil que possui um canal exclusivo de empregabilidade – o Conecta. “Temos um consultor que faz a permuta das vagas com os empresários e um sistema que abastece essas vagas conciliando com o perfil do nosso aluno. Essa é uma ferramenta fantástica, que identifica qualidades ou demandas que o mercado requer e a partir daí conseguimos incorporar essas necessidades no aprendizado do aluno. Além disso, é possível mapear as razões de desclassificação em entrevista de emprego e com base nessas informações atuar na faculdade”.

Box

Reconhecimento do MEC

Os alunos da Faculdade Pitágoras de Guarapari têm o Índice de Qualidade do Concluinte maior dos que os das universidades públicas e o melhor entre as particulares. Esse parâmetro, baseado na avaliação do Enade, mede a evolução do formando ao concluir o ensino superior.

Biblioteca da Faculdade Pitágoras Guarapari: 25 mil obras e nota 5 no MEC. Foto: Arquivo Folha.

Biblioteca nota 5

Na avaliação setorizada que o MEC faz, a Biblioteca da Faculdade Pitágoras de Guarapari é nota máxima – 5. Como uma estrutura diferenciada, é o setor com maior espaço físico, que mais recebe investimento financeiro da instituição e o segundo em número de funcionários. São 25 mil obras físicas, além da biblioteca virtual com todo material didático com acesso mobile, inclusive.

 

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Mais 75 casos da Covid-19 são notificados em Guarapari

Com isso, a cidade totaliza 10.682 notificações; 3.324 casos estão confirmados

antonio capa

Guarapari: Família pede doações de sangue para idoso de 81 anos que está na UTI

Renato Antônio Massad Vieira foi internado ontem (22) e, com a escassez de sangue nos bancos, precisa de doadores

Anúncio
Anúncio
chuva

Após forte chuva, Defesa Civil identifica dois pontos de deslizamento de terra em Guarapari

Apesar disso, não há registros de famílias desabrigadas em decorrência da chuva no município

Foto: Reprodução

Sine Anchieta: Mais de 90 vagas abertas com oportunidades na área da Samarco

Há oportunidades para moradores de Guarapari, Anchieta e Piúma

Anúncio
dna (5)

Chuva e vento destroem refeitório de fábrica, em Guarapari

e39d896a-88d6-4014-a632-46f2afd7a5d5

Grupo promove ação de limpeza do Rio Una em Guarapari e convida voluntários

Há 16 anos o “S.O.S Rio Una” coleta lixo sólido das margens do Rio Una, além de promover ações de conscientização

Anúncio