Anúncio

Quadrilha especializada em roubos e furtos é localizada e produtos são recuperados em Guarapari

As investigações continuam em andamento, com o objetivo de identificar outras vítimas da organização

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 27 de fevereiro de 2021 às 08:31
Atualizado em 28 de fevereiro de 2021 às 09:48

Anúncio

Foto: divulgação.

A equipe da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari localizou, nessa quinta-feira (25), uma residência usada por um grupo de criminoso para esconder itens provenientes de furto e roubo. O imóvel fica na localidade de Amarelos, onde os policiais recuperaram eletrodomésticos, joias, celulares, ferramentas, dinheiro, uma arma caseira, munições e dezenas de outros objetos furtados de residências em Guarapari.

As investigações apontam que os produtos recuperados sejam provenientes de três ações criminosas. Entre elas está um roubo com restrição de liberdade da vítima, cometido no dia 27 de janeiro deste ano. As vítimas, um homem de 54 anos, sua esposa e filho, foram amarrados pelos criminosos, que exigiam joias e dinheiro. 

“As vítimas deste roubo reconheceram um cordão recuperado nesta residência como sendo deles. Além disso, afirmaram que a arma apreendida nesta operação foi a mesma usada pelos criminosos. Vítimas de dois furtos também já compareceram à Delegacia e reconheceram, entre os bens apreendidos, alguns de seus objetos”, afirmou o titular da Deic de Guarapari, delegado Guilherme Eugênio Rodrigues.

Um dos furtos atribuídos à organização criminosa resultou na morte dos cães de estimação da família. O crime ocorreu no dia 18 de fevereiro em Xuri, zona rural de Vila Velha. Os dois cachorros, um pitbull e um dálmata, foram envenenados para que os criminosos pudessem entrar no imóvel sem serem notados. 

“Acredita-se que entre os bens apreendidos haja pertences de vítimas de diversos outros roubos e furtos. Por isso, é importante a divulgação das imagens desses objetos. Caso alguém tenha sido vítima e reconheça algum objeto, deve comparecer à Delegacia Regional de Guarapari, preferencialmente trazendo nota fiscal e outros documentos que comprovem a propriedade, para que possamos restituir os objetos”, orientou o delegado.

O investigado-alvo não foi encontrado na residência. O advogado dele fez contato com a delegacia e afirmou que ele se apresentará para interrogatório. As investigações continuam em andamento, com o objetivo de identificar outras vítimas da organização.

*Com informações de Camila Ferreira – Assessoria de Comunicação Polícia Civil.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

mapa de risco-77

Confira os municípios classificados em Risco Moderado no 77° Mapa de Risco Covid-19 do ES

vacina_covid-2021-06-28

Guarapari realiza nova ação de vacinação contra Covid-19 sem agendamento para as três doses

Ação acontece neste sábado (16) para grupos específicos

Anúncio

Anúncio

educação

Municípios capixabas receberão R$ 231 mi para investimentos em educação; R$ 436 mil serão para Guarapari

Alfredo Chaves receberá mais de 2 milhões e 800 mil; Anchieta, 5 milhões e 500 mil

pmg_covid-testeantigeno

Guarapari realiza nesse sábado (16) mais uma ação de testagem da Covid-19

Anúncio

Prisão fornecedores

Polícia prende suspeitos de fornecerem maconha e haxixe para traficante de Guarapari

banheiro-publico-pdm-verao-20222

Prefeitura vai selecionar empresa para administrar banheiros das praias de Guarapari

Anúncio